Torcedora carrega caderno com autógrafos do Bayern de 1976

Mineira foi ao hotel da seleção da Alemanha com relíquia: autógrafos de todos os jogadores do clube alemão que venceu o Cruzeiro no Mundial de Clubes

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

Com autógrafos antigos, Ana espera conseguir mais nomes no caderninho
FERNANDA CARVALHO/O TEMPO
Com autógrafos antigos, Ana espera conseguir mais nomes no caderninho

O caderninho de autógrafos que ela carrega na mão é uma relíquia. Em 1976, o pai conseguiu os autógrafos de todos os jogadores do Bayern, que havia conquistado o título mundial de clubes no Mineirão depois de um empate sem gols com o Cruzeiro. 28 anos depois, Ana Teresa Dutra Raposo, 13, acompanhada do pai é uma dos mais de 100 torcedores que estão na porta do hotel na expectativa de ver de perto os jogadores alemães.

"A emoção é muito grande, quero muito tentar mais autógrafos, afirmou Ana Teresa, que é bisneta de alemães. "Eu gostaria que o Brasil vncesse e se classificasse. Mas acho que a Alemanha tem um time mais fore e vai vencer por 2 a 1", projetou a torcedora