Governador do CE é barrado em vestiário do Brasil e agride voluntário

De acordo com o jovem, Cid Gomes, "aparentemente embriagado" e "sem credencial", tentou ir até o vestiário da seleção carregando uma bola para que fosse autografada pelos jogadores

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Agência Brasil
undefined

Um voluntário da Copa em Fortaleza usou sua conta numa rede social para protestar contra um tapa que diz ter levado do governador do Ceará Cid Gomes (Pros), na última sexta-feira (4). O estudante Anderson Feitoza fez parte do corpo de voluntários da Fifa e atuou na vitória do Brasil diante da Colômbia, no Castelão, em Fortaleza.

Segundo ele, após o jogo, o governador, "aparentemente embriagado" e "sem credencial", tentou ir até o vestiário da seleção carregando uma bola para que fosse autografada pelos jogadores.

O voluntário diz que negou o acesso ao governador, ao seguir uma determinação da Fifa. Ele afirma que, por causa disso, foi chamado de "abestado" e recebeu tapas no pescoço dados por Cid, irmão do ex-ministro e ex-governador Ciro Gomes.

Ainda de acordo com ele, o jogador David Luiz presenciou a cena e o retirou do local, presenteando-o com uma camisa autografada.

O post feito pelo estudante, um dia após o suposto episódio, teve 5.696 compartilhamentos e 524 comentários no Facebook. Procurado, ele disse que está impedido pela Fifa de dar entrevista até o dia 9 deste mês.

Em nota, o governador Cid Gomes negou que tenha agredido o voluntário. "Não procede a informação sobre uma agressão minha a um segurança que atuava na Arena Castelão", diz um trecho da nota.

Em outra parte, Cid afirma: "Eu, como governador do Estado, me empenhei pessoalmente para que a Copa do Mundo acontecesse em Fortaleza em clima de paz".

A assessoria do governador, no entanto, confirmou que após o jogo do Brasil Cid tentou levar uma bola para receber autógrafo dos jogadores.

A assessoria também informa que ele foi barrado por estar sem a credencial da Fifa. Segundo seus assessores, porém, Cid teria protestado de maneira contida e aceitado tranquilamente o veto.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave