Santa Sé tem deficit de 24 milhões de euros em 2013

Mudanças no preço do metal causaram um prejuízo de 14 milhões de euros, segundo o comunicado oficial

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

 A Santa Sé informou nesta terça-feira (8) que teve um deficit de 24 milhões de euros em 2013, causado principalmente pela variação do preço do ouro.

As mudanças no preço do metal causaram um prejuízo de 14 milhões de euros, segundo o comunicado.

Em 2012 a Santa Sé tinha registrado um superavit de 2,2 milhões de euros.

A nota também mostra os números do balanço do governo do Vaticano, responsável por cuidar da gestão do Estado. Neste caso, o resultado mostra superávit de 33 milhões de euros, uma alta de 10 milhões de euros em relação a 2012.

Já o banco do Vaticano -oficialmente chamado de Instituto para as Obras de Religião- viu seu lucro desabar em 2013. O valor passou de 86,6 milhões de euros em 2012 para 2,9 milhões de euros no ano passado.

Segundo a nota, a queda é reflexo das reformas feitas no banco pelo papa Francisco.

Os problemas econômicos do Vaticano, especialmente do banco, são uma das principais questões do novo pontificado.

O cardeal italiano Tarcisio Bertone, secretário de Estado de Bento 16, foi criticado por supostamente ter favorecido um amigo ao autorizar uma operação de 15 milhões de euros que a direção do banco era contrária.

O balanço aponta que operações ruins também prejudicaram o resultado do banco. Entre elas, há um caso de perda de 15,1 milhões de euros, sem entrar em detalhes se é a mesma operação autorizada por Bertone.

Também durante sua gestão, ocorreu o vazamento de documentos secretos que denunciavam um esquema de corrupção dentro do Vaticano.

Os problemas levaram Francisco a pedir uma reforma no órgão.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave