Ficais não entram em acordo com PBH e prometem protesto em dia de jogo

Categoria pede por melhorias nas condições de trabalho e reivindicam pela falta de segurança na profissão

iG Minas Gerais | CAMILA KIFER |

Após reunião com representantes da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), fiscais municipais decidiram por paralisação nesta segunda-feira (7). Além da decisão, os profissionais estão programando uma manifestação, na manhã desta terça-feira (8). A categoria e administração do município não chegaram a um acordo em relação a melhorias nas condições de trabalho dos profissionais e reivindicam pela falta de segurança no exercício da profissão.

De acordo com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Belo Horizonte (Sindibel), aproximadamente 100 ficais participaram do encontro na Secretaria Municipal Adjunta de Recursos Humanos (Smarh). Os profissionais pedem mais segurança no exercício das atividades, como na apreensão de produtos de vendedores ambulantes, já que em alguns casos, os servidores acabam sendo agredidos pelos donos das mercadorias.

Dos 400 ficais que atuam na capital mineira, 100 estão escalados para trabalhar nesta terça, durante o jogo entre Brasil e Alemanha, no estádio Mineirão. Desses servidores que aparecem na escala de plantão, 70 participaram da assembleia e votaram a favor da paralisação.

A expectativa é de que a categoria se encontre às 9h30, da manhã desta terça, na praça da Savassi, onde torcedores estão se reunindo durante as partidas da Copa do Mundo.

Procurada pela reportagem de O TEMPO, a assessoria de comunicação da PBH se comprometeu em apurar o assunto e se pronunciar ainda nesta segunda.   

Último ato

Cerca de 200 funcionários da Fiscalização Municipal de Belo Horizonte paralisaram as atividades na última sexta-feira (4). Uma manifestação foi feita em frente à sede da Secretaria Municipal Adjunta de Fiscalização (SMAFIS), na avenida Álvares Cabral, no centro da capital.

Na ocasião, os manifestantes protestaram pela falta de estrutura e de segurança no exercício da profissão.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave