Löw garante que sua experiência em Copas não entrará em campo

Técnico chega em sua terceira semifinal seguida de Mundiais e enaltece energia que tem sentido dentro de seu grupo

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Associated Press
undefined

A experiência que possui em Copas do Mundo não é negada pelo técnico da Alemanha, Joachim Löw. No entanto, ele acredita que, por mais que isso o ajude no comando de sua equipe, o que fará a diferença contra o Brasil, pela semifinal da Copa do Mundo, serão outros fatores. “Já tivemos alguns jogos que nos ajudaram bastante. Mas, acho que cada jogo é único e diferente, tendo seu próprio dinamismo. Tudo que aconteceu, foi útil. Mas o percurso de agora é distinto dos demais”, analisa o treinador, que também esteve à frente da seleção germânica na última Copa, quando o time caiu nas semifinais. Foi também nesta fase que a Alemanha caiu em 2006, quando ele era assistente-técnico de Jürgen Klinsmann.

Löw garante que a motivação de seu time é grande para enfrentar os anfitriões do Mundial. “É obvio que estamos muito animados em enfrentar o país sede. Para chegar à final, temos que superar este desafio. É difícil prever o que poderá acontecer”, indica. O comandante garante que o espírito que seus jogadores têm mostrado pode ser um fator importante na classificação. "A energia que tenho visto neles é algo fantástico. Estão todos muito focados. Fizemos um importante trabalho de regeneração e estabelecemos prioridades. Todos estão muito bem e não iremos com 11 jogadores e sim com 14", destaca. 

Antes da coletiva desta segunda-feira, Löw comandou o treino que antecede a partida contra o Brasil, marcada para esta terça-feira, às 17h, no Mineirão.