Em alta com a torcida feminina, David Luiz pode ser virgem

Evangélico, jogador faz parte da campanha 'Eu Escolhi Esperar', que defende a prática sexual somente após o casamento

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Rafael Ribeiro/CBF
undefined

O zagueiro David Luiz teve de esperar quatro anos para balançar as redes com a camisa da seleção brasileira. Após estrear com a camisa amarelinha em 2010, o primeiro tento veio no empate com o Chile, no Mineirão. Mas o jogador também estaria em outra espera maior: a sua 'primeira vez'. De acordo com reportagem do portal da Revista Placar, o defensor poderia ser virgem. 

Por causa do seu desempenho em campo, os gols marcados, o carisma e, segundo a mulherada, a beleza, o camisa 4 brasileiro tem despertado suspiros e conquistado várias fãs pelo Brasil afora. Pelas redes sociais, muitas propostas surgem, seja de pedidos de casamento, namoro, entre outras intenções. 

Mas de acordo com a publicação, o jogador é evangélico e aderiu à campanha 'Eu Escolhi Esperar', que trata da sexualidade entre os jovens cristãos. A premissa do movimento é fazer com que os adeptos não realizem a prática sexual antes do casamento. David Luiz seguiu o mesmo caminho do meia Kaká, que também é evangélico. 

De acordo com o idealizador da campanha, o pastor Nelson Junior, o zagueiro conquistou corações e se tornou um 'sonho de consumo' delas. 

"Pelo que tem feito nessa Copa, David Luiz se tornou o príncipe encantado de milhares de torcedoras", disse Nelson em entrevista à revista Placar. 

O defensor tem namorada. Está em um relacionamento sério com a portuguesa Sara Madeira. Agora, se o paulista de 27 anos é virgem ou não, é outra história, esclarece Nelson. 

"É importante ressaltar que o 'Eu escolhi esperar' não é uma campanha de virgindade, mas sim de preservação sexual. A adesão do David foi muito discreta, porque ele é assim em sua vida pessoal. Não significa que ele seja virgem ou não. Significa que ele optou por se preservar até o casamento", afirmou o pastor.