Marketing de Neymar cria máscara com #somostodosneymar

Empresa também criou a campanha #somostodosmacacos, contra o racismo no futebol mundial

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Idealizadores esperam que torcedores usem as máscaras nesta terça, no duelo com a Alemanha
REPRODUÇÃO FACEBOOK GRUPO ABC
Idealizadores esperam que torcedores usem as máscaras nesta terça, no duelo com a Alemanha

O Grupo ABC, que tem entre clientes grandes patrocinadores da Copa como Itaú, Brahma, Bud e Vivo, lançou uma corrente para dar uma força para o atacante Neymar.

O grupo, liderado por Nizan Guanaes, criou a campanha #somostodosneymar, que disponibiliza uma mascara do camisa 10 para download e convoca os torcedores a usar a máscara para assistir ao jogo. A ideia é que como Neymar não pode entrar em campo, a torcida entra por ele.

Neymar fraturou uma das vértebras no final da vitória por 2 a 1 sobre a Colômbia, sexta (4), no Castelão, em Fortaleza. Na ocasião, ele acabou sendo substituído depois de sofrer uma entrada do lateral direito Zúñiga.

Por conta da lesão, o departamento médico da seleção disse que o jogador não pode atuar nos dois próximos confrontos. Nesta terça (8), contra a Alemanha, pela semifinal, no Mineirão. E no fim de semana, seja na disputa do terceiro lugar (sábado) ou da decisão (domingo).

A campanha foi idealizada por publicitários de três agências do grupo: Pereira & O'Dell, Africa e DM9DDB.

O Grupo ABC também foi responsável, por meio da agência Loducca, pela campanha #somostodosmacacos, feita em parceria com o próprio Neymar em apoio a Dani Alves.

Além de grandes patrocinadores da Copa, a agência Africa tem como cliente a Lupo. Foi usando e mostrando a cueca da marca que Neymar encarou uma das maiores polêmicas desde que trocou o Santos pelo Barcelona.

O #somostodosmacacos foi um movimento iniciado horas depois de o lateral direito brasileiro Daniel Alves ter sido alvo de uma banana atirada por torcedor do Villarreal durante confronto do Barcelona pelo Campeonato Espanhol na temporada passada.

Leia tudo sobre: NeymarCopa do Mundofutebolseleção brasileiramáscarascampanhas