Família da Tanzânia vai ao Guarujá para desejar recuperação a Neymar

Grupo veio acompanhar a Copa do Mundo. Garota de 19 anos, fã do camisa 10, deixou uma cartão na porta do condomínio onde o atleta mora, no litoral paulista

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Vipcomm
undefined

Uma família da Tanzânia, país da África Oriental, viajou para o Guarujá, cidade no litoral paulista, distante a 95 km de São Paulo, na tarde desta segunda-feira (7), para desejar uma recuperação rápida ao atacante Neymar.

O jogador está dentro de sua residência no condomínio Acapulco em repouso. Ele sofreu uma fratura na terceira vértebra lombar na última sexta-feira (4), durante o jogo entre Brasil e Colômbia, em Fortaleza, e não poderá mais jogar a Copa do Mundo.

Como a área do condomínio não permite a entrada de estranhos, o grupo ficou na área próxima da entrada do local. Serena Kassam, 19, até tentou entregar uma carta para o jogador, mas não conseguiu entrar e optou por deixar o envelope na portaria do condomínio.

Além de desejar uma boa recuperação ao camisa 10 da seleção, Serena fez também uma declaração a Neymar. A garota é uma admiradora do atacante.

"Ele é tão bonito e um ótimo bom jogador. Espero que fique bom rapidamente", disse Serena para a reportagem.

"Bom mesmo foi o Pelé. Neymar ainda está anos luz do Pelé e até mesmo de outros craques como Maradona, Messi", disse Firos Kassam, 54, pai de Serena, acompanhando o depoimento da garota.

Serena está acompanhada dos pais, de duas irmãs e um casal de amigos. O grupo veio ao Brasil por causa da Copa do Mundo. O grupo chegou ao Brasil no dia 1º de julho e já assistiu duas partidas: Argentina x Suíça (em São Paulo), França x Alemanha (no Rio de Janeiro).

Agora se preparam para assistir ao duelo entre Argentina e Holanda, na quarta-feira (9), no Itaquerão, em São Paulo, pela semifinal do Mundial.

"Brasil ainda não empolgou, mas a Argentina também. Talvez sejam os finalistas", opinou Kassam. "O Brasil até perde com Neymar, mas tem dois craques do Chelsea: Oscar e Willian. Dá para ser campeão".

O grupo da Tanzânia mora na cidade Dar es Salaam e vai ficar no Brasil até o final da Copa do Mundo. Nos dias sem jogos, tem aproveitado para fazer programas turísticos. No domingo (6), visitaram a Vila Belmiro, o estádio do Santos.

Leia tudo sobre: NeymarCopa do Mundofutebolseleção brasileirahomenagemGuarujá