Polícia prende dono de desmanche de veículos na região Noroeste de BH

Suspeito detido em flagrante é proprietário de loja de venda de peças usadas na avenida Pedro II; ele será autuado por receptação de qualificada e adulteração de identificação de carros

iG Minas Gerais | CINTHIA RAMALHO |

A Polícia Civil prendeu em flagrante o proprietário de um desmanche de veículos nesta segunda-feira (7), no bairro Dom Bosco, região Noroeste de Belo Horizonte.

A delegada Cristiane Moreira informou que a corporação já fazia um monitoramento da região, quando encontrou, na rua Alvarenga, um veículo celta, que havia sido roubado na noite desse domingo (6). O responsável pelo desmanche é Agnaldo Martins de Souza, de 42 anos, dono de uma loja de peças usadas, a Esquinão Auto Peças, que fica na avenida Pedro II, nº 4.001, no bairro Jardim Montanhês, também na região Noroeste da capital.

Além do Celta, também foram encontrados dois Astra e uma kombi, também roubados, além de outras peças sem a origem comprovada.

Agnaldo já tem passagem pela polícia por crime de trânsito e porte de arma, e responderá por receptação qualificada, crime para o qual a pena é de três a oito anos, e adulteração de sinal identificador de veículos, com detenção de três a seis anos. Ele foi conduzido para a delegacia de Roubos e Furtos de Veículos, no Barro Preto.    A delegada disse que ainda é cedo para concluir que o suspeito faça parte de uma quadrilha, mas acredita que, com certeza, ele tenha ligação com outros vendedores de peças usadas na avenida Pedro II, o que está sendo investigado.

Em função disso, ela reforça que a população não deve comprar peças sem nota fiscal e em ferro velho, onde a procedência não é garantida.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave