Esquema de segurança na Savassi será o mesmo previsto no último jogo

Por causa da queda do viaduto, as festividades na Savassi foram canceladas na última sexta-feira, mas o esquema de segurança anunciado para a data, valerá nesta terça-feira, durante o jogo entre Brasil e Alemanha

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

Catracas reforçam segurança no evento Savassi Cultural
Web Reporter/ Thais Pimentel
Catracas reforçam segurança no evento Savassi Cultural

Para o jogo entre Brasil e Alemanha nesta terça-feira (8) em Belo Horizonte, a Polícia Militar (PM) irá adotar o mesmo esquema de segurança e controle de público que havia sido anunciado na última sexta-feira (4) na Savassi, região Centro-Sul da capital e um dos principais palcos das comemorações da Copa do Mundo.

A praça Diogo de Vasconcelos (praça da Savassi) ficará cercada por grades, o acesso do público se dará por meio do esquema “passa-um”, o mesmo adotado no Mineirão, e o limite de pessoas no local será de 30 mil. Também fica proibida a entrada com garrafas de bebidas à área cercada.

Segundo o tenente-coronel Helbert Figueiró, comandante do 1° Batalhão de PM, as estruturas serão posicionadas nas esquinas da avenida Getúlio Vargas com as ruas: Fernandes Tourinho, Alagoas, Paraíba, Tomé de Souza, e também nas esquinas da avenida Cristóvão Colombo com ruas Alagoas e Tomé de Souza. “O evento tomou uma proporção grande. É necessário organizar e manter o controle”, justificou o comandante.

Ainda segundo o tenente-coronel, o equipamento vai facilitar que os policiais realizem uma triagem com intuito de evitar a entrada de vendedores ambulantes, pessoas com armas e garrafas de vidro, dentre outros. A ação vai ajudar na prevenção de pequenos delitos como furtos de celulares, carteiras, documentos, dentre outros. A contagem de público será feita visualmente pelos militares. Quando o espaço atingir a estimativa aproximada de 30 mil pessoas, o acesso será fechado.

Savassi Cultural

Simultaneamente às comemorações, acontece no local o Festival Savassi Cultural, que estará em conformidade com a estratégia adotada pela polícia na Savassi. Nesta terça, se apresentam no espaço as mesmas atrações que estavam previstas para a última sexta-feira e que acabaram não acontecendo por causa do cancelamento dos eventos em virtude ao luto decretado pela prefeitura de Belo Horizonte. Na última quinta-feira (3) a queda de um viaduto na avenida Pedro I matou duas pessoas e deixou mais de 20 feridas. 

Os espaços do festival serão reunidos em uma grande arena, que se formará no cruzamento das avenidas Getúlio Vargas e Cristóvão Colombo. Os dois palcos que recebem as atrações ficarão voltados para a rua, assim como três telões onde será transmitido o jogo, às 17h. Um quarto telão estará à disposição do público no cruzamento das ruas Antônio de Albuquerque com Paraíba.

Antes do jogo, a partir das 12h, DJ Cubanito apresenta sua mistura de música brasileira e cubana, passando por ritmos como jazz, soul, hip hop e reggae. Às 13h, no palco Minas Gerais, o grupo Flor di Lotuss, composto por três mulheres, apresenta músicas próprias e releituras de MPB, rock nacional e samba. Às 15h, no mesmo espaço, Manitu levanta o público com seu reggae pop. 

Depois do jogo, às 19h, o comando do palco principal fica por conta do músico mineiro Lô Borges. “Nós, junto ao governo de Minas Gerais, Prefeitura de Belo Horizonte, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, BHTrans e Belotur, percebemos que essas mudanças eram necessárias, já que o evento alcançou grandes proporções. Nosso intuito é oferecer a melhor estrutura para quem quer se divertir no Savassi Cultural”, afirma Christiano Rocco, diretor da Conecte Inovação, empresa organizadora do festival.

Quem fez a troca de dois quilos de alimentos por ingresso, para os shows previstos na última sexta-feira poderá utilizá-lo no evento que encerra a programação do Savassi Cultural. Wilson Sideral e Manitu, que se apresentariam na sexta, vão comandar o encerramento do festival, no dia 13/07, marcando a presença da música mineira no evento. A distribuição dos demais ingressos está sujeita à lotação do ambiente.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave