Mascherano alerta para Holanda com "sangue nos olhos"

Holandeses estão mordidos desde a derrota para a Espanha na Copa passada; argentinos pregam paciência e tranquilidade para chegarem à final

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

O próximo passo que a Argentina tem pela frente no caminho do tricampeonato mundial é a Holanda. Contra os Laranjas, donos de um potente ataque e uma técnica apurada, todo o descuido pode custar caro.

Van Persie, Robben e cia. chegaram ao Brasil querendo acertar contas. Há quatro anos, a possibilidade do inédito título ficou, mais uma vez, no quase. Mas os argentinos estão ansiosos para acrescer mais um capítulo triste na história holandesa em Mundiais. Não faltará luta e empenho, garante o volante Javier Mascherano. Até porque a Holanda está com sangue, "sangue nos olhos".

"Eles têm muita qualidade individual. Já jogaram uma final de Mundial e estão com muita fome e sangue nos olhos. Vão querer uma revanche do que se passou há quatro anos (quando perderam a Copa para a Espanha, na África do Sul)", afirmou Mascherano.

Para a batalha que será travada no Itaquerão, na próxima quarta, às 17h, Mascherano, conhecido por sua virilidade e explosão em campo, receitou calma. Isto mesmo. Paciência para fazer a Argentina chegar a um lugar que há muito tempo não se via.

"(Neste jogo) Vai ser chave a concentração, a maneira como vamos nos preparar, a paciência que deveremos tomar a cada momento, esta será a chave para o sonho de chegar à final. Estamos em um lugar onde muito tempo a Argentina não está. Estas oportunidades passam de vez em quando e não podemos deixar escapar", disse o jogador, que ainda exaltou a harmonia do grupo argentino.

"Há um mês e meio começamos a treinar. Desde então, convivência foi espetacular. Espero que tudo isto termine na melhor maneira possível no dia 13 (data da grande final)", concluiu Mascherano.