Justiça de Roma investiga Suárez por suposto crime contra Chiellini

Mesmo depois de Fifa ter dado punição rigorosa, uruguaio está na mira da promotoria italiana

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Chiellini mostra marca dos dentes de Suárez, após mordida no ombro
Reprodução
Chiellini mostra marca dos dentes de Suárez, após mordida no ombro

A mordida de Suárez no zagueiro italiano Chiellini continua a render, mesmo após a Fifa ter aplicado uma rigorosa punição e o jogador uruguaio ter pedido desculpas publicamente. A promotoria de Roma irá investigar o caso, sob a justificativa de possibilidade de um crime.

“É uma hipótese pela qual a Justiça italiana pode atuar quando se comete um delito no exterior em prejuízo de um compatriota”, afirmou Carlo Rienzi, presidente Coordenação de Associações para Defesa do Meio Ambiente e dos Direitos de Clientes e Consumidores (CODACONS).

O órgão ainda espera o encerramento do inquérito para descobrir se ato de uruguaio teria sido realmente criminoso, e não divulgou que tipo de punição poderia ser dado ao atacante do Liverpool.

Pela Fifa, Suárez foi punido com nove jogos de suspensão com a camisa do Uruguai, multa de mais de duzentos mil dólares e banimento de qualquer atividade futebolística pelos próximos quatro meses.

O jogador é "reincidente" em mordidas e deu a dentada no italiano no dia 24 de junho, em partida válida pela terceira rodada da fase de grupos da Copa. Na ocasião, os uruguaios venceram por um a zero e avançaram às oitavas.

Leia tudo sobre: suárezzagueirouruguaipromotoriajustiçaitáliaromacodaconspuniçãosuspensãofifa