Caros companheiros rotarianos

iG Minas Gerais |

Encontro vários valores tradicionais chineses refletidos no Rotary: valores de serviço e de responsabilidade, de respeito à família e aos outros. Algumas vezes digo que Confúcio foi o primeiro rotariano do mundo, porque mesmo que ele tenha morrido 2.500 anos antes de o Rotary ter sido fundado, suas ideias são bem rotarianas. E uma das coisas que ele disse foi, em português: “É melhor acender uma vela do que sentar e amaldiçoar a escuridão.” Penso que uma linha pode resumir a forma como o Rotary aborda os problemas do mundo. Há tanta dificuldade. Há tanta gente que precisa de ajuda. Muita gente olha nessa direção e diz: “Não há nada que eu possa fazer.” Então eles não fazem nada – e nada muda. Jeito de ser. Mas esse não é o jeito Rotary de ser. O jeito Rotary é acender uma vela. Eu acendo uma vela, você acende uma vela – e assim fazem 1,2 milhão de outros rotarianos. Juntos, podemos fazer muito mais do que poderíamos fazer sozinhos. Juntos, podemos iluminar o mundo. Em 2014-15, peço a cada um de vocês que acenda sua própria vela rotária – e, juntos, façamos o Rotary brilhar. Há tantas maneiras de fazer o Rotary brilhar. Espero que muitos de vocês escolham organizar um Dia do Rotary, para mostrar sua comunidade o que o Rotary é e o que fazemos. Espero que vocês envolvam seus Rotaract e Interact Clubs em seu serviço para trazer a nova geração da família rotária para mais perto do Rotary. E espero que vocês mantenham o Rotary forte, convidando novos membros a se associarem – incluindo seus próprios cônjuges e familiares. Talvez o mais importante para fazer o Rotary brilhar seja terminar o trabalho no qual estamos empenhados há mais de um quarto de século: a erradicação da poliomielite. Estamos tão perto de nosso objetivo. Mas apenas chegaremos lá se insistirmos na luta, se mantivermos a dinâmica e se fecharmos a lacuna financeira do plano final contra a poliomielite. “Faça o Rotary brilhar” é mais que nosso lema. Ele é a forma como nós, no Rotary, enxergamos o mundo e o nosso papel nele. Acreditamos que ninguém deve sentar-se sozinho na escuridão. Em vez disso, devemos nos unir, os 1,2 milhão, para fazer o Rotary brilhar. Este é o nosso objetivo – e o meu desafio para você. * Gary C.K. Huang, presidente 2014-15 do Rotary International.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave