Burocracia e exigências na hora da compra são “para inglês ver”

iG Minas Gerais | Ana Paula Pedrosa |

A compra e a retirada dos ingressos da Copa são cercadas de cuidados, mas as exigências desaparecem na hora de entrar no estádio. Para comprar no site da Fifa é preciso fazer um cadastro com todos os dados pessoais, inclusive identidade e CPF.  

Os ingressos só podem ser retirados no Centro de Distribuição pelo solicitante ou por alguém que apresente uma procuração registrada em cartório. Para entrar no Mineirão, porém, basta apresentar o bilhete, sem comprovação de propriedade.

“Se os documentos fossem conferidos, quem roubou meu ingresso não estaria lá dentro”, disse o comerciante Jefferson Farias. A funcionária pública Emília Vioti fez coro com ele. “Eu tenho a foto do meu ingresso. Tem meu nome, a fileira, tudo direitinho, mas, mesmo assim, não resolvem nada, ninguém vem aqui explicar nada”, reclamou. Ambos tiveram os ingressos furtados pouco antes do jogo Brasil e Chile, no último sábado, pelas oitavas de final.

Em nota, a Fifa informou que a conferência da titularidade do ingresso “ocorre de forma aleatória, focando principalmente nos torcedores com bilhetes com desconto e categorias com necessidades especiais”.

Os torcedores pediram à Polícia Militar que encontrasse e retirasse do estádio quem ocupava seus lugares, já que os assentos são marcados, mas, segundo os relatos, não foram atendidos. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave