Aliviado com fim de tabu, Mascherano já sonha com o Maracanã

Depois de 24 anos, Argentina chega a semifinal de uma Copa do Mundo e volante já sonha com a decisão no Maracanã

iG Minas Gerais | Josias Pereira |

undefined

Alívio. Este sentimento estava nítido na face de cada jogador argentino. Na tarde deste domingo, a equipe iniciou os trabalhos visando o duelo com a Holanda, na próxima quarta, em São Paulo. O clima descontraído foi a tônica do trabalho. Felicidade que tem nome. Após 24 anos, a equipe está classificada a uma semifinal de Copa do Mundo. Mas os hermanos querem muito mais do que isto.

"O grupo todo está de parabéns. A sensação por ter passado em uma fase tão decisiva é a melhor possível. Estamos ante a uma grande possibilidade de seguir avançado. Vamos fazer de tudo para que isto aconteça", afirmou Mascherano, um dos grandes líderes da equipe.

Em sua terceira Copa do Mundo, o jogador conviveu com os fantasmas de eliminações precoces e uma enxurrada de críticas. Desta vez, a história pode ter um final completamente diferente.

"Ter chegado a uma semifinal não é importante para mim, mas para o coletivo. Todos sabiam do histórico da seleção, de não passar as semifinais há tanto tempo. Conquistar isto nos deixou eufóricos, mas queremos seguir avançando, queremos ter a possibilidade de jogar no dia 13 de julho no Maracanã. Faremos todo o possível para estar lá", apontou.

"Estamos em um lugar onde muito tempo a Argentina não está. Estas oportunidades passam de vez em quando e não podemos deixar escapar", completou Mascherano.

Leia tudo sobre: MascheranoArgentinaCopa do Mundo 2014