Érika Kokay

Presidente da CPI da Exploração Sexual de Crianças e adolescentes

iG Minas Gerais | Larissa Arantes |

Como a senhora avalia a cobertura midiática da CPI?

Nos casos que tiveram repercussão nacional, tivemos resultados concretos, como a prisão do prefeito de Coari (AM) por participar de um esquema de aliciamento de crianças e adolescentes. A exposição nacional nesse caso influenciou inclusive a mudança de postura, até então leniente, do Judiciário do Estado. Conseguimos dar visibilidade ao que estava encoberto pelo manto da impunidade e fazer o trabalho da CPI paralelamente à “eleitorização” de vários temas na Câmara.

Como a senhora avalia os resultados da CPI?

Tivemos resultados concretos como o indiciamento de 36 pessoas e a prisão de políticos e ex-políticos que estavam envolvidos nos crimes, além de outras pessoas também. Apresentamos várias propostas legislativas para coibir a exploração sexual de crianças e adolescentes no país e conseguimos do presidente da Câmara o compromisso de dar uma atenção especial aos projetos que tenham relação com o tema. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave