Com a certeza no olhar

Letícia Persiles conta como se preparou para viver uma prostituta no seriado “A Segunda Vez”, do Multishow

iG Minas Gerais | anna bittencourt |

Identificação. Letícia ressalta que se apaixonou pela personagem na primeira vez que leu o texto
Isabel Almeida/czn
Identificação. Letícia ressalta que se apaixonou pela personagem na primeira vez que leu o texto

Letícia Persiles não passa despercebida. Sua forma singular de falar, sempre buscando relativizar conteúdos e ações, baseando-se em teorias de psicologia, chama a atenção. Assim como a riqueza de cores que formam seu figurino. Com expressivos olhos verdes e várias tatuagens, a atriz ganha ainda mais destaque com os cabelos pintados de vermelho para interpretar a prostituta Carla na série “A Segunda Vez”, produzida pela Conspiração e que estreia no Multishow no dia 11 de agosto. “É uma personagem maravilhosa. Foi quase amor à primeira vista”, brinca, contando que, a princípio, foi convidada para fazer testes para outro papel. “Quando li o texto, achei que a Carla era ideal para mim. A sorte é que o César Rodrigues, que dirige a série, achou a mesma coisa”, relembra.

A produção, que teve suas gravações realizadas de janeiro a março deste ano, é baseada no livro “A Segunda Vez Que Te Conheci”, de Marcelo Rubens Paiva. A história fala da vida de Raul, interpretado por Marcos Palmeira. Após perder o emprego e a mulher, o jornalista se torna “empresário” de prostitutas de luxo. Além de Letícia, Monique Alfradique e Nathália Rodrigues também estão no elenco. Por isso, ler a obra foi parte fundamental para a composição da personagem. “Mas também parti do princípio de que Carla é uma mulher que você encontra o tempo todo na vida. Ela é cativante, passional, vive sempre no limite. Por isso, rolou uma identificação”, justifica. Com tantas referências, Letícia teve de juntar as informações sobre o papel e criar uma visão única sobre ele. “O livro é muito rico, cheio de detalhes. Mas, na adaptação para a TV, mudam algumas coisas. E ainda tem o reconhecimento, que é meu. Misturei tudo e virou uma mulher múltipla e verossímil”, valoriza.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave