Autonomia para criar os próprios projetos artísticos no alcance

iG Minas Gerais |

Ter autonomia artística sempre foi um dos objetivos de Maria Flor. E hoje, a atriz acredita que, enfim, está com a carreira onde sempre quis. “Além de atuar, produzo, dirijo e idealizo projetos. Faço as coisas acontecerem e isso é muito instigante”, conta ela, orgulhosa das produções que tem feito em parceria com o canal pago Multishow, como “Do Amor” e o recente “Só Garotas”, que ganha uma segunda temporada em 2015.

Sem pressa, Maria tenta lidar bem com a própria inexperiência por trás das câmeras, mas admite que ainda não fica totalmente satisfeita com as cenas que escreve e dirige. A resposta do público, da crítica e dos amigos, no entanto, está sendo positiva. “É uma situação tensa e difícil. Saio do estúdio apontando coisas que poderiam ter ficado melhores. Mas cada dia é um novo aprendizado”, assume a atriz, que, assim que terminar de gravar “O Rebu”, voltará suas atenções para os novos episódios de “Só Garotas”. (GB)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave