Estratégia de colocar goleiro 'especialista' leva a Holanda à semi

Krul entrou no jogo necessariamente para participar da disputa de pênaltis e cumpriu o plano, defendendo duas cobranças

iG Minas Gerais | Thiago Nogueira |

Salvador. Estava tudo planejado. O goleiro reserva Krul tinha melhor desempenho do que o titular Cillessen em defesas de penalidade. Tal como acontece muito em jogos de futsal, o técnico Van Gaal não titubeou e fez a alteração no fim da prorrogação. Era a hora para a consagração. “Você vê que precisa dos 23 jogadores. É um sonho de um goleiro. Sabíamos que se chegássemos ao pênalti eu iria entrar. É um sonho de menino”, disse Krul, que pegou dois pênaltis. Krul, que joga pelo Newcastle, tem 26 anos e 1,93 m. Ele explica que a estratégia passava pela tranquilidade. “Analisamos tudo, mas não sabíamos bem como seria. Treinamos durante sete semanas. Estou calmo, mas quando entrar no vestiário eu vou pirar”, afirmou.

Leia tudo sobre: Copa do Mundoseleção holandesafutebolgoleirokrulpenalti