Após eliminação, França deixa Ribeirão sem se despedir da torcida

Delegação saiu pela garagem do hotel, driblando dezenas de torcedores que estavam na entrada esperando seus ídolos

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Hospedada em Ribeirão Preto (313 km de Ribeirão Preto) desde o dia 9 de junho, a seleção francesa, que foi desclassificada da Copa do Mundo após derrota por 1 a 0 para a seleção alemã, deixou a cidade na tarde deste sábado (5) sem se despedir da torcida, que aguardava a saída dos jogadores em frente ao Hotel JP. Ao invés de saírem pela porta da frente do hotel, como sempre fizeram no período em que permaneceram hospedados na cidade, onde cerca de 80 torcedores os aguardavam, os jogadores saíram pela garagem, aos fundos, indo direto para o ônibus, que levou a delegação até o aeroporto Leite Lopes. A torcida pôde apenas ver de longe os atletas. Alguns dos presentes chegaram a vaiar os franceses por duas vezes, mas também se ouviu cânticos em apoio a alguns jogadores, como Karim Benzema e Giroud. Duas mulheres tentaram furar o bloqueio e chegaram até a recepção do hotel, mas foram barradas pelos seguranças. "O Evra [zagueiro] me deu uma camisa azul durante um treino e prometeu me entregar uma branca", disse a caixa Daniela Oliveira, 33, para justificar a tentativa de se aproximar dos atletas. Já no aeroporto Leite Lopes, alguns jogadores chegaram a acenar para a torcida que acompanhou o embarque. No aeroporto, os torcedores presentes puderam ver um Bezema cabisbaixo. Ele foi um dos atletas mais simpáticos durante a estadia da seleção em Ribeirão. O avião partiu às 17h com destino ao Rio de Janeiro. De lá, jogadores e membros da comissão técnica seguirão para a França.

Leia tudo sobre: Copa do Mundofutebolseleção francesahoteltorcida