Viaduto está sendo escorado antes da demolição

Processo de destruição deve acontecer ainda neste sábado e Defesa Civil garantiu que não fará à noite, para não atrapalhar moradores, e que vai interromper caso casas sofram danos

iG Minas Gerais | Aline Diniz |

JOAO GODINHO/ O TEMPO
undefined

Na parte da tarde deste sábado, a força tarefa responsável pela demolição do viaduto se ocupou de fazer o escoramento recomendado pela Polícia Civil. Escoras também estão sendo colocadas no viaduto atrás do que caiu. Todas as recomendações da Polícia Civil estão sendo tomadas, segundo o coronel Alexandre Lucas, da Defesa Civil. Ele não faz previsão de quanto tempo ainda levará para o início da demolição, mas garantiu que não vai acontecer à noite, para preservar os moradores do entorno do viaduto.

Ainda segundo o coronel, o pilar está interditado em um raio de 10 metros. A área será protegida por tapume e trancada com cadeado, permitindo apenas a entrada de peritos. Se houver qualquer problema nas casas durante a demolição, ela será interrompida.

Por volta das 16h30, a Polícia Civil usou um equipamento que faz várias fotos sequenciais ao longo do bisturi. Assim eles terão imagens 3D no computador, para facilitar a visualização e entendimento do Ministério Público e da Justiça. Funciona como um scanner e aparelho de raio-X, de acordo com um perito ouvido pela reportagem.

Vizinhança

Casas de moradores que contactaram a Defesa Civil já foram vistoriadas na manhã deste sábado. Uma moradora de condomínio bem ao lado do viaduto relatou que sente o chão balançar desde o início das obras. Ela mostrou que o muro ficou trincado após a queda do viaduto.

Atualizada às 17h03

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave