CBF pede punição semelhante a de Suárez para agressor de Neymar

Entidade pedirá suspensão similar a do uruguaio para Zuñiga

iG Minas Gerais | Folha Press |

 A CBF vai tentar anular o cartão amarelo recebido por Thiago Silva, na sexta (4), no Castelão, em Fortaleza. O departamento jurídico da entidade vai entregar até domingo um recurso na Comissão Disciplinar da Fifa.

O zagueiro do Paris Saint Germain está fora da partida contra a Alemanha, terça-feira (8), no Mineirão. Ele terá que cumprir suspensão por ter recebido o segundo cartão no torneio. Thiago Silva foi punido após se chocar com o goleiro da Colômbia.

"Vamos mostrar que ele não provocou o goleiro, que, no final, deu um chute no Thiago. O juiz não foi feliz na partida. Por isso, vamos pedir para a Fifa enquadrar o caso no artigo, que prevê a anulação da punição em casos excepcionais, como este", alegou Carlos Eugênio Lopes, diretor jurídico da CBF. A Fifa terá até terça para examinar o caso.

O advogado também vai pedir uma punição ao lateral colombiano Zuñiga, que fraturou a terceira vértebra de Neymar. Ele deu uma joelhada nas costas do brasileiro nos minutos finais do jogo de sexta.

"O Neymar foi caçado em campo toda a Copa. Onde está o fair play? O árbitro não deu nem amarelo para o jogador. Queremos uma punição severa", disse Lopes.

No seu recurso, ele vai pedir uma suspensão parecida com a imposta ao uruguaio Suaréz.

O jogador do Liverpool foi suspenso pela Fifa no dia 26 por nove jogos da sua seleção pela mordida dada no ombro do zagueiro italiano Giorgio Chiellini, no confronto entre as duas seleções, em Natal.

Suárez está ainda proibido de participar de qualquer atividade relacionada ao futebol por quatro meses. Ou seja, o atleta irá desfalcar o Liverpool até outubro. O atacante também terá de pagar uma multa de 100 mil francos suíços (cerca de R$ 248 mil).

Leia tudo sobre: CBFZuñigapuniçãoSuárez