Em preparação para a Copa, Alemanha cruzou o caminho do Brasil

Seleções se enfrentaram em agosto de 2011; brasileiros acabaram perdendo, em Stuttgart, por 3 a 2

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

Neymar marcou o último gol brasileiro sobre a Alemanha e agora está fora das semifinais da Copa
CBF/Divulgação
Neymar marcou o último gol brasileiro sobre a Alemanha e agora está fora das semifinais da Copa

Mano Menezes já havia completado um ano no comando da seleção brasileira. O processo de reestruturação da equipe, derrotada na Copa do Mundo da África, seguia a todo o vapor. Para acabar com a má fama de não vencer nenhuma grande seleção mundial, o duelo contra os alemães, em Stuttgart, parecia o cenário ideal. Mas, naquele dia 10 de agosto de 2011, os pentacampeões mundiais acabaram engolidos pelo bom futebol de Götze, Müller, Podolski, Schweinsteiger e cia.  3 a 2 no placar, e a certeza de que muita coisa precisava ser melhorada.

Dos atuais jogadores brasileiros, Julio Cesar, Victor, Maicon, Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz, Luiz Gustavo, Ramires, Fernandinho, Fred e Neymar estiveram no último amistoso entre as seleções que se enfrentam nesta terça-feira, às 17h, no Mineirão, pelas semifinais da Copa do Mundo. No jogo amigável, Mano Menezes inovou na formação ao jogar basicamente com três volantes – Ralf, Ramires e Fernandinho. Sem muita movimentação entre o meio-campo e a trinca ofensiva, formada por Robinho, Neymar e Pato, o primeiro tempo foi morno, sem gols de ambos os lados.  A seleção brasileira chegou a registrar menos de 35% da posse de bola e foi para o vestiário necessitando de ajustes.

Mas foi mesmo na segunda etapa que o duelo ganhou emoção. Melhor no jogo, a Alemanha abriu o placar com Schweinsteiger, que cobrou com perfeição o pênalti sofrido por Kroos. Seis minutos depois, os germânicos ampliaram sua vantagem com Götze. Após bela trama de Müller, Kroos e Klose, o jovem meio-campista alemão invadiu a grande área, driblou Julio Cesar e tocou para o gol vazio.

Sem criatividade no meio-campo, Mano Menezes resolveu colocar Paulo Henrique Ganso apenas aos 23 min do segundo tempo. O Brasil apresentou alguns sinais de melhora e chegou ao primeiro gol. Daniel Alves foi derrubado por Lahm na grande área e Robinho cobrou sem chances de defesa para Neuer. Quando Fred preparava-se para entrar na partida, a Alemanha chegou ao terceiro gol. O desastrado lateral André Santos conseguiu perder a bola duas vezes no mesmo lance para Schweinsteiger, que tocou para Schürrle ampliar o marcador aos 31 min do segundo tempo.

Já nos acréscimos, Neymar deixou o seu golzinho. O camisa 10 acertou uma bomba de fora da área e deu números finais ao duelo em Stuttgart.

FICHA TÉCNICA

ALEMANHA 3 X 2 BRASIL

Estádio: Mercedes-Benz Arena, Stuttgart (ALE) Data-Hora: 10/8/2011 - 15h45 Árbitro: Viktor Kassai (HUN) Cartões amarelos: Ganso (BRA) Cartões vermelhos: - Gols: Schweinsteiger 15'/2ºT (1-0), Götze 21'/2°T (2-0), Robinho 26'/2°T (2-1), Schürrle 31'/2°T (3-1) e Neymar 46'/2°T (3-2)

ALEMANHA: Neuer, Träsch, Hummels (Boateng 41'/2°T), Badstuber e Lahm; Schweinsteiger (Rolfes 40'/2°T), Kroos, Götze (Cacau 41'/2°T) e Müller; Podolski (Klose) e Gómez (Schürrle) - Técnico: Joachim Löw.

BRASIL: Julio César, Daniel Alves, Lúcio, Thiago Silva e André Santos (Luiz Gustavo 40'/2°T); Ralf, Ramires e Fernandinho (Ganso 23'/2°T); Robinho (Renato Augusto 40'/2°T), Alexandre Pato (Fred 31'/2°T) e Neymar - Técnico: Mano Menezes.