‘País derrotou os pessimistas’

No último dia para fazer inaugurações, Dilma foi a Porto Alegre e entregou hospital “pela metade”

iG Minas Gerais |

Entrega. Após inaugurar Hospital da Restinga ainda em obras, a mineira Dilma recebeu o titulo de cidadã honorária de Porto Alegre
Roberto Stuckert Filho/PR
Entrega. Após inaugurar Hospital da Restinga ainda em obras, a mineira Dilma recebeu o titulo de cidadã honorária de Porto Alegre

Porto Alegre. A presidente Dilma Rousseff disse nessa sexta em Porto Alegre, algumas horas antes do confronto decisivo do Brasil contra a Colômbia na Copa do Mundo, que o país conseguiu “derrotar os pessimistas” – que apostavam que o evento reuniria “tudo o que há de pior” – e fazer “a Copa das Copas”. Segundo Dilma, o que se viu durante o Mundial foram aeroportos “irrepreensíveis” e estádios que “deram um show de bola”.  

No último dia permitido pela legislação eleitoral para inauguração de obras, Dilma entregou um hospital público na periferia de Porto Alegre e afirmou que tinha a sensação de “dever cumprido”, porque a construção da unidade “era uma dívida de diferentes governos” que passaram antes do dela.

“Hoje o Brasil joga e todos vamos sofrer, ficar alegres e torcer e torcer e torcer. Tenho certeza de que conseguimos fazer a Copa das Copas, aqui e nas outras 11 cidades-sede. Derrotamos os pessimistas que diziam não haver possibilidade, a menor que fosse, de dar certo a Copa do Mundo aqui. Deu certo e mostrou um país alegre, que sabe receber os turistas”, discursou a presidente, que voltou à Brasília para acompanhar a partida pelas quartas de final da Copa do Mundo.

Dilma salientou a “quantidade de gente que dizia que vamos perder, que vai ser um caos, a Copa da falta de energia, de tudo o que há de pior”. Segundo a presidente, o povo “abraçou, generoso”, os turistas que vieram acompanhar o torneio no Brasil.

Maratona. Nas últimas semanas, a presidente – que é candidata à reeleição – fez uma maratona de inaugurações de obras públicas pelo país, como projetos de mobilidade e moradias do programa Minha Casa, Minha Vida.

Em Porto Alegre, deputados e outros políticos que serão candidatos em outubro aproveitaram a ocasião para marcar presença ao lado de Dilma. O governador Tarso Genro (PT), que tentará reeleição, também discursou. Ao falar sobre o hospital, a presidente disse: “É algo que demonstra para o Brasil o que é possível e pode ser feito. E quem fez continuará fazendo”. Vereadores da capital gaúcha homenagearam Dilma e lhe entregaram um título de cidadã honorária do município.

PARCIAL. Em Porto Alegre, apenas uma parte do Hospital da Restinga foi inaugurada nessa sexta pela presidente. Cerca de metade da estrutura ainda está em obras – nem a entrada principal da instituição foi concluída. Dois dias atrás, máquinas trabalhavam no pátio.

O governo promete o funcionamento com capacidade total apenas para 2015. O hospital foi construído por meio de uma parceria com a iniciativa privada.

Padrão Fifa

Hospital. Segundo o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati (PDT), o hospital inaugurado nessa sexta “não é padrão-Fifa, é padrão saúde pública do Brasil, do SUS que queremos construir e consolidar”.

Aliados em Brasília, não nos Estados Brasília. Amigos, amigos. Nos Estados, à parte. Segundo levantamento do portal de notícias G1, os partidos da base de apoio de cada um dos candidatos à Presidência nas eleições deste ano vão se confrontar nas votações estaduais. De acordo com o site, nos 26 Estados e no Distrito Federal a maioria das alianças regionais não reproduz a coligação nacional. Pelo contrário: em todas as unidades da federação há disputas entre partidos que apoiam o mesmo candidato ao Palácio do Planalto.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave