Pessoa sozinha não lida bem com pensamentos

Confinados, voluntários preferiram aplicar choques em si a pensar

iG Minas Gerais |

Boston, EUA. Muitas pessoas prefeririam causar dor a si a passar 15 minutos em um quarto sem nada para fazer além de pensar, revelou um estudo publicado ontem na revista “Science”.

Cientistas das Universidades da Virgínia e de Harvard, nos EUA, fizeram experiências diferentes para ver como as pessoas reagiam quando solicitado que passassem algum tempo sozinhas. Alguns dos 200 recrutados eram universitários, outros, voluntários, com idades entre 18 e 77 anos, recrutados em locais como igreja e feira.

Os pesquisadores pediram que se sentassem sozinhos em um quarto sem adornos, sem telefone celular, material para leitura ou para escrever, e depois que relatassem como fizeram para se entreter sozinhos entre 6 minutos e 15 minutos.

Mais de 57% acharam difícil se concentrar, e 80% disseram que seus pensamentos vagaram. Metade achou a experiência desagradável.

Em um dos estudos, houve diferentes estímulos: de ver fotos atraentes à sensação de receber um choque elétrico tão forte quanto se sentiria ao arrastar os pés no tapete.

Em um momento os participantes sentiram o choque. Em seguida, cada indivíduo foi para um quarto, sozinho, para pensar por 15 minutos. Os cientistas disseram que eles teriam a chance de se dar choques, caso quisessem.

Dois terços dos indivíduos masculinos deram choques em si próprios pelo menos uma vez enquanto estiveram sozinhos.

Flash

Mulheres. Um quarto das mulheres decidiu dar choques em si mesmas, cada uma delas entre uma e nove vezes.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave