Protesto é marcado para este sábado em frente à construtora do viaduto

No momento 736 pessoas já confirmaram presença na manifestação, que deve acontecer em frente à Cowan

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

Protesto deve acontecer em frente à empresa responsável pela obra do viaduto
Reprodução/Facebook
Protesto deve acontecer em frente à empresa responsável pela obra do viaduto

Está marcado para este sábado (5) uma manifestação contra a construtora Cowan, responsável pela obra do viaduto Batalha dos Guararapes, que desabou na tarde de quinta-feira (3), matando duas pessoas e deixando 23 feridos, na avenida Pedro I, no bairro São João Batista, na região de Venda Nova. 

O evento criado no Facebook, com nome "Grande manifestação contra Cowan e Márcio Lacerda" já tem a presença confirmada de 736 pessoas, apesar de quase 12 mil terem sido convidados. O protesto está marcado para acontecer em frente à sede da construtora, na rua General Aranha, na região da Pampulha. 

Na descrição do evento, o texto afirma que o povo, em meio ao clima festivo de Copa do Mundo, vai às ruas novamente, desta vez para mostrar à Cowan a revolta. "O povo, unido, se reunirá novamente nas ruas para mostrar à Cowan especialmente, construtora da obra do viaduto que caiu, e a todas as outras empresas e governos a nossa revolta contra suas obras e as mortes provocadas por elas", diz a descrição. 

Em seguida o texto questiona se os treze mil policiais deveriam estar nas ruas atrás dos quebradores de vidraças ou dos empreiteiros? "O Prefeito Márcio Lacerda justificou a tragédia afirmando que é um acidente "normal". Até quando vamos tolerar descaso com as nossas vidas? Essa é a Copa das Copas? Contra as empreiteiras que superfaturam obras e ceifam vidas", finaliza a descrição do evento. 

Leia tudo sobre: protestoviadutocowan