Surdo e mudo vai à Fan Fest e se frusta com local fechado

Espaço não funcionou nesta sexta-feira. Cidade está de luto por causa da tragédia causada pela queda do viaduto da Avenida Pedro I

iG Minas Gerais | DIEGO COSTA |

Mal sabendo do acidente da última quinta-feira, Geraldo José lamentava na entrada do Expominas
Webrepórter/Diego Costa
Mal sabendo do acidente da última quinta-feira, Geraldo José lamentava na entrada do Expominas

Com uma camisa verde e o escudo da CBF,  um deficiente auditivo chegou ao Expominas para ver o jogo contra a Colômbia, pelas quartas de final da Copa do Mundo. Na entrada, ao invés das longas filas de outras partidas da seleção brasileira – recebe cerca de 20 mil pessoas – Geraldo José se deparou com muitos policiais e faixas que informavam que a Fan Fest não funcionaria por causa do acidente com o viaduto da Pedro I, na última quinta-feira. A cidade está de luto. Antes, os policias relataram que outro grupo também foi ao espaço sem saber da notícia.

Com dificuldades de compreensão, Geraldo, que mora no Bairro Amazonas, em Contagem, não entendia o cenário sem a costumeira festa. Mesmo com o local vazio, conversava com um amigo, também deficiente auditivo, pelo whatsapp. Era outro que pretendia assistir ao duelo sul-americano na Fan Fest. A reportagem de O TEMPO tentou avisar o torcedor. Ele apontou o relógio e fez um sinal de cinco com a mão. Estava tentando dizer que o jogo começaria às 17h. Ainda tinha a esperança de ver a partida no Bairro Gameleira.

Ao ser questionado se não estava sabendo da tragédia ocorrida na região da Pampulha, que terminou com a morte de duas pessoas e outros 23 feridos, com uma das mãos fez um sinal de mais ou menos.

A poucos minutos do início do jogo, Geraldo enfim entendeu que a partida não seria transmitida no Expominas. Recebeu a notícia com um ar de surpresa e frustração. Mas o surdo e mudo preferiu continuar no local, esperando o amigo para definir o destino que tomariam para ver a seleção brasileira em campo. 

 

Leia tudo sobre: surdo e mudofutebolCopa do MundoFan Festdeficiente auditivoBrasilColômbiaExpominasLuto