Avião alimentado só por energia solar faz primeiro voo teste

"Um avião como esse é absolutamente único; E, pela primeira vez na história, temos um avião que voa sem combustível", relatou Bertrand Piccard, um dos pesquisadores do projeto

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Avião movido a energia solar realiza primeiro voo teste na Suíça
REUTERS/Laurent Gillieron/Pool
Avião movido a energia solar realiza primeiro voo teste na Suíça

O avião movido apenas a energia solar decolou, nesta semana, da base aérea de Payerne, no centro da Suíça. Com quatro motores elétricos alimentados por 17.200 células, o 'Solar Impulse 2' é uma versão atualizada do outro modelo que atravessou os Estados Unidos em 2013, comandado por Bertrand Piccard e Andre Borschberg.

O primeiro voo teste do avião solar alcançou uma altitude de 1,8 mil metros, com direito a uma série de manobras realizadas pelo piloto Markus Scherdel. "Os resultados iniciais parecem estar de acordo com os cálculos e simulações", publicou a equipe em comunicado.

"Um avião como esse é absolutamente único. E, pela primeira vez na história, temos um avião que voa sem combustível, dia e noite, mostrando o incrível potencial de tecnologias limpas, todas essas tecnologias que o mundo também pode usar de forma a reduzir a dependência em combustíveis fósseis e resolver o problema da poluição", afirmou Piccard em entrevista à BBC. 

A primeiro voo teste durou duas horas e 15 minutos. A aeronave foi construída com fibra de carbono e possui asas com envergadura de 72 metros (maiores do que um Boeing 747). Pesando 2,3 toneladas, 'Solar Impulse 2' representa um grande avanço na tecnologia.

Ele já bateu recordes mundiais como primeiro avião solar tripulado a voar mais tempo, 26h no total. Além de ser o modelo que percorreu maior distância, como aconteceu na viagem dos pesquisadores Piccard e Borschberg, que durou três meses, em 2013, quando eles cruzaram os Estados Unidos. As informações são da BBC Brasil. 

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave