Torcedor que for roubado poderá ter ingresso reimpresso

Para ter os ingressos reimpressos ou a entrada no estádio autorizada, o torcedor precisa apresentar seus documentos pessoais e a o Boletim de Ocorrência

iG Minas Gerais | Ana Paula Pedrosa |

A Defensoria Pública de Minas Gerais conseguiu uma liminar que obriga a Fifa a reimprimir os ingressos que forem roubados, furtados ou danificados. A decisão vale para o jogo da semifinal da Copa, na próxima terça-feira, no Mineirão. Até o último jogo, havia no posto de atendimento da Fifa um cartaz em português, inglês e espanhol avisando que não haveria reimpressão dos bilhetes, mesmo com a apresentação de Boletim de Ocorrência. Esses avisos também devem ser retirados, de acordo com a decisão judicial.

Para ter os ingressos reimpressos ou a entrada no estádio autorizada, o torcedor precisa apresentar seus documentos pessoais e a o Boletim de Ocorrência. Em caso de descumprimento, a Fifa paga multa de R$ 10 mil por ingresso.

No último jogo, a reportagem contou pelo menos vinte torcedores que tiveram os ingressos furtados nas imediações do Mineirão e não conseguiram entrar no estádio. Não há dados oficiais sobre os furtos e roubos. De acordo com a Fifa, os tíquetes não foram reimpressos por razões de "segurança operacional". 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave