Autoridades suspeitam de bomba no acesso à estação de metrô do Maraca

Esquadrão Anti-bombas utilizou o canhão de água para destruir a garrafa e reabrir a estação antes do fim do jogo

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Maracanã terá que suportar grande intensidade de partidas em um curto espaço de tempo
PORTAL DA COPA/REPRODUÇÃO
Maracanã terá que suportar grande intensidade de partidas em um curto espaço de tempo

RIO DE JANEIRO, RJ - A estação Maracanã, do metrô, ficou fechada por uma hora nesta sexta (4), durante o intervalo e segundo tempo do jogo entre Alemanha e França, no estádio do Maracanã, no Rio.

A decisão foi tomada pelas autoridades de segurança, junto com a administração do Metrô Rio após ser encontrada uma garrafa com pavio e um líquido em seu interior.

Uma análise preliminar por peritos do Exército foi realizada e se descobriu que na garrafa não há nenhum produto radioativo, químico, biológico ou nuclear.

O Esquadrão Anti-bombas utilizou o canhão de água para destruir a garrafa e reabrir a estação antes do fim do jogo.

Um medidor radiológico também foi passado na rampa de acesso ao metrô para que os torcedores utilizem a estação.

Após a partida, a polícia também reabriu a radial Oeste, no sentido zona norte.

Leia tudo sobre: futebol internacionalCopa do Mundomaracanã