Melhor ataque da Copa enfrenta zebra na Fonte Nova

De um lado, a dupla ofensiva formada por Robben e Van Persie. Do outro, o goleiro Navas, grande destaque da seleção costarriquenha nesta Copa do Mundo

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Holanda massacra Espanha na estreia das seleções do Grupo B, na Arena Fonte Nova
Alex de Jesus
Holanda massacra Espanha na estreia das seleções do Grupo B, na Arena Fonte Nova

O duelo entre Holanda e Costa Rica, neste sábado, em Salvador, colocará frente a frente o melhor ataque da competição e a maior surpresa da Copa do Mundo. Com 12 gols em quatro jogos, os holandeses enfrentarão uma Costa Rica embalada com sua melhor campanha em Copas e resultados surpreendentes. Válido pelas quartas de final, o confronto definirá o adversário de Argentina x Bélgica nas semifinais. A partida será às 17h.

De volta à Fonte Nova, onde goleou a Espanha por 5 a 1 na estreia, a Laranja Mecânica espera recuperar o futebol empolgante da primeira fase. Nas oitavas de final o time sofreu para vencer o México. Os gols da virada (2 a 1) saíram apenas aos 44min e aos 47min do segundo tempo.

Durante a partida, o volante De Jong sofreu um estiramento na virilha direita e está fora da Copa. Para a partida contra a Costa Rica, o técnico Louis Van Gaal faz mistério sobre a escalação. Apesar do favoritismo holandês, o time europeu prega respeito ao rival.

"Precisamos manter a concentração, porque a Costa Rica tem uma equipe muito boa, e já mostrou isso em seu grupo, que era muito difícil, com Itália, Inglaterra e Uruguai. Eles vêm impressionando e nós vamos ter que nos preparar muito bem se queremos ganhar", afirmou o atacante Robben.

Líder do grupo da morte, a Costa Rica foi para o duelo com a Grécia nas oitavas pela primeira vez como "favorita" em uma partida na Copa. O time, porém, não fez jus ao "status" e esteve muito perto de dar adeus ao Mundial.

Com um jogador a menos durante boa parte do segundo tempo, os "Ticos" cederam o empate no final e suaram para segurar os gregos na prorrogação. A vaga foi decidida nos pênaltis, quando brilhou a estrela do goleiro Navas, que já havia feito grande partida.

"O jogo de sábado é como uma final para nós, mas não queremos parar por aí. Preciso ser sincero: há grande possibilidade de derrotá-los", afirmou, confiante, o meia Bryan Ruiz em entrevista coletiva.

Para a partida contra a Holanda, haverá mudança na zaga. Acosta será o titular no lugar de Duarte, expulso no jogo contra a Grécia. Com dores no ombro durante a semana, o goleiro Navas tem boa recuperação e não preocupa.

HOLANDA Cillessen; Janmaat, De Vrij, Vlaar, Indi e Blind; De Guzmán, Wijnaldum e Sneijder; Robben e Van Persie. T.: Louis van Gaal

COSTA RICA Navas; Umaña, Acosta e González; Gamboa, Borges, Tejeda e Díaz; Bolaños, Bryan Ruiz e Campbell. T.: Jorge Luis Pinto Estádio: Fonte Nova, em Salvador Horário: 17h Árbitro: Ravshan Irmatov (Uzbequistão)

Leia tudo sobre: RobbenCopa do MundoHolandaCosta RicaNavasVan persieFonte Novaquartas de finalzebraataque