Ambas 100%, equipes decidem vaga em Brasília

Argentina é Bélgica se enfrentam neste sábado no estádio Mané Garrincha pelas quartas de final da Copa

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Camisa 10 argentino marcou dois gols na vitória sobre a Nigéria, em Porto Alegre, por 3 a 2
Reprodução Facebook
Camisa 10 argentino marcou dois gols na vitória sobre a Nigéria, em Porto Alegre, por 3 a 2

Donas de campanhas com 100% de aproveitamento na Copa-2014, Argentina e Bélgica duelam por uma vaga nas semifinais neste sábado (5), às 13h, no estádio Mané Garrincha. O duelo em Brasília vai opor dois destaques de clubes espanhóis: o craque argentino Messi, do Barcelona, e o goleiro belga Courtois, do Atlético de Madri.

Assim como faz no clube catalão, Messi comanda a Argentina no Mundial. Nas quatro vitórias da equipe sul-americana até aqui, o camisa 10 foi decisivo em todas. Nas oitavas, foi dele a jogada e o passe perfeito para Di María fazer 1 a 0 sobre a Bélgica na prorrogação, em São Paulo.

'Nós, que jogamos com Leo, hoje temos muita sorte', afirmou Di María. 'Assim como os que conseguiram fazer Maradona jogar seu melhor futebol, hoje temos de fazer o mesmo com Messi', acrescentou.

Em Brasília, novamente Messi será o centro das atenções, mas a Argentina terá novidades. O técnico Alejandro Sabella confirmou a escalação de Basanta na lateral esquerda -o titular da posição, Rojo está suspenso.

Mas a tarefa da equipe sul-americana não será fácil. Após três vitórias sem brilho na fase de grupos, a Bélgica fez um jogo eletrizante contra os EUA nas oitavas de final, em Salvador. Os europeus finalmente mostraram um futebol convincente, mas pararam no goleiro Howard durante o tempo normal. A vitória por 2 a 1 só veio na prorrogação.

Apesar de ter sido decisivo na prorrogação contra os norte-americanos, o atacante Lukaku deverá continuar como opção na reserva. Na defesa, Cortouis é o dono inquestionável da titularidade no gol.

Aos 22 anos, Cortouis nunca perdeu defendendo a Bélgica. Em 21 jogos pela seleção desde 2011, foram 15 vitórias e seis empates. E com a segurança oferecida por um dos melhores goleiros do mundo, os belgas sonham com voos mais altos no Mundial.

'Temos boas chances contra a Argentina nas quartas de final caso eles joguem com a intenção de buscar o gol', afirmou o capitão Kompany.

ARGENTINA Romero; Zabaleta, Fernández, Garay e Basanta; Mascherano, Biglia e Di María; Palacio (Agüero), Messi e Higuaín. T.: Alejandro Sabella

BÉLGICA Courtois; Alderweireld, Kompany, Van Buyten e Vertonghen; Witsel e Fellaini; Mertens, De Bruyne e Hazard; Origi. T.: Marc Wilmots Estádio: Mané Garrincha, em Brasília Horário: 13h Árbitro: Nicola Rizzoli (Itália)

Leia tudo sobre: MessiCopa do MundoBélgicaBrasíliaQuartas de finalseleçãovagasemifinal100%