Morta em tragédia na Pedro I, Hanna será velada no Bosque da Esperança

Previsão é que corpo chegue ao local após as 7h da manhã desta sexta-feira (4); motorista deixa uma filha de 5 anos , que estava no micro-ônibus no momento do acidente

iG Minas Gerais | CAMILA KIFER |

A motorista Hanna Cristina deixou uma filha de 6 anos
Reprodução/ Facebook
A motorista Hanna Cristina deixou uma filha de 6 anos

O corpo da motorista do micro-ônibus S70, responsável pelo trajeto Conjunto Felicidade - Shopping Del Rey, atingido pelo viaduto em construção da avenida  Pedro I, no bairro São João Batista, na quinta-feira (3), Hanna Cristina dos Santos, de 24 anos, será velado no cemitério Bosque da Esperança, em Venda Nova, em Belo Horizonte. A previsão é de que o corpo chegue ao local após as 7h da manhã desta sexta-feira (4).

De acordo com um funcionário do cemitério, que preferiu não se identificar, a família da motorista reservou o velório às 0h30 desta sexta. O funcionário ainda explicou que o sepultamento deverá ocorrer no sábado, já que, segundo ele, alguns familiares que moram fora da capital estarão presentes na cerimônia de despedida.

Hanna deixa uma filha de cinco anos, que estava dentro do micro-ônibus, no momento que o veículo foi atingido pela estrutura. Ela foi socorrida e levada para o Hospital Risoleta Tolentino Neves, em Venda Nova. A criança foi medicada e passa por observação. De acordo com o pai da criança,que manteve o relacionamento com Hanna por três anos e preferiu se identificar apenas como Anderson, a filha deverá receber alta na manhã desta sexta.

Na página da motorista no Facebook, muitos amigos trocaram as fotos do perfil por uma mensagem de luto. Alguns lembraram da alegria de Hanna, que aparece em muitas foto dançando pagode.

Um dos amigos de Hanna deixou no perfil da jovem uma mensagem em que afirma sentir muito pela perda e por pensar que nesta sexta ela iria estar na Fan Fest para acompanhar o jogo do Brasil.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave