Cidade pode ter de volta vaga perdida há dois anos

Rômulo Veneroso vai disputar com MDC o título de candidato majoritário de Betim

iG Minas Gerais | Da Redação |

Rômulo Veneroso irá reeditar disputa com MDC
JOÃO LÊUS/ARQUIVO
Rômulo Veneroso irá reeditar disputa com MDC

Uma cidade com mais de 280 mil eleitores e que se destaca na economia como uma das mais importantes de Minas Gerais está há quase dois anos sem um representante em Brasília. Desde a eleição de Carlaile Pedrosa (PSDB), em 2010, e a sua consequente renúncia para que ele pudesse assumir a prefeitura local, o município ficou sem deputado federal.

“Pela importância de Betim e pela sua condição de um dos pilares econômicos do Estado e do país, a situação é inaceitável. Temos que recuperar a representatividade perdida e voltar a ter com quem contar na hora de brigar por recursos federais que possam beneficiar a cidade”, disse o deputado estadual Rômulo Veneroso (PV), que, nestas eleições, irá tentar uma vaga para deputado federal, após oito anos na ALMG.

Segundo Veneroso, quando o município necessita de alguma intervenção de um parlamentar em nível federal, é preciso contar com favores de deputados eleitos por outras cidades. “Para Betim, isso chega a ser vexatório. Queremos devolver à cidade e à sua população a representatividade perdida ao longo desses anos”, completa. “Tínhamos representantes desde 1990, quando o empresário Vittorio Medioli foi eleito pela primeira vez. Ele atuou por Betim por quatro mandatos seguidos. Depois, tivemos a deputada do PT, o Ciro e o Carlaile. A partir de 2012, perdemos a vaga. Vamos tentar recuperar esse espaço”.

Maria do Carmo (PT), que disputará com Rômulo o título de candidato majoritário da cidade, disse que eleger candidato da cidade é importante. “Ter alguém em Brasília vai ajudar bastante Betim. O governo federal apoia muito os municípios que têm seus representantes”.

Prestígio

Cada deputado federal pode destinar até R$ 9 milhões por ano em emendas para sua cidade. Porém, há quatro anos, Betim não recebe nenhum recurso através de emenda parlamentar na Câmara dos Deputados. “O prejuízo chega a R$ 36 milhões. Infelizmente, deputados de fora vêm para cá buscar votos, mas não retornam depois com trabalho ou recursos”, lamentou.

Um outro nome que também quer a vaga de representante de Betim em Brasília é Renato Ti-Rei. O vereador está se lançando pelo PSDC após pressão feita por parte dos dirigentes da legenda, que querem que o vereador faça uma dobradinha com o candidato a deputado estadual Alessandro Marques. O acordo faz parte de uma estratégia para garantir o PSDC sob domínio do ex-vereador e secretário de Esportes, Beto do Depósito.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave