Lateral colombiano admite preocupação em ter que parar Neymar

Zuñita é o responsável pelo lado direito do time caribenho, justamente onde o craque brasileiro deve cair durante confronto desta sexta-feira

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

undefined

Fortaleza (CE). Uma das marcas da seleção colombiana, tanto nesta Copa como há muitos anos, a ofensividade do time terá que ser um pouco mais controlada no duelo desta sexta-feira contra o Brasil, pelas quartas de final da Copa do Mundo, na Arena Castelão.

A equipe conta com jogadores de grande capacidade de ataque, que vão além dos meias e atacantes. Os laterais Armero e Zuñiga também mostram esse potencial, que vem sendo bem aproveitado pela equipe, autora de 11 gols no Mundial.

A presença de Neymar, entretanto, fará com que os comandados de José Pékerman tenham uma preocupação  a mais com suas investidas.  Zuñiga, que cuida do lado direito de sua defesa, garante que sua prioridade será segurar as arrancadas do time da casa.

“Como defensor, tenho que pensar primeiro em ajudar meu time a não tomar gols. Depois disso, posso pensar em ir para frente e me movimentar, quando oportunidades aparecerem”, relata o lateral.

O técnico José Pékerman sabe que seus jogadores terão trabalho com tanta qualidade do outro lado. “O nível de vários jogadores brasileiros é muito alto. Admiramos muitos atletas, técnicos e até mesmo o estilo de jogo daqui. Vai ser difícil, mas estamos bem preparados para aproveitar este momento”, analisa o comandante.