Surto de gripe acomete seleção alemã às vésperas de decisão

Técnico da Alemanha, Joachim Löw afirmou que um terço dos jogadores estão resfriados

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

undefined

Na véspera do jogo contra a França, às 13h desta sexta (4), no Maracanã, pelas quartas de final da Copa, o técnico da Alemanha, Joachim Löw, confirmou que um terço dos atletas de sua delegação estão resfriados.

Löw não informou o número exato de atletas. Segundo o tabloide alemão "Bild", sete jogadores estariam gripados e/ou com febre.

O zagueiro Hummels já havia desfalcado o time no jogo contra a Argélia, em Porto Alegre, por estar com febre.

Müller sentiu dores de garganta antes daquela partida, mas entrou em campo e jogou até o fim. O atacante, vice-artilheiro da Copa (quatro gols), ficou fora do treino de quarta-feira (2) em Santa Cruz Cabrália (BA) para se recuperar.

Segundo Löw afirmou em entrevista nesta quinta (3) no Maracanã, um terço da seleção "reclamou de dor de garganta, por causa da [mudança de] temperatura, ar-condicionado, contágio".

Todos os 22 atletas à disposição (Mustafi está fora da Copa), porém, treinaram normalmente nesta quinta (3) no estádio carioca.

O técnico disse que iria esperar para ver como eles se recuperam, mas afirmou estar confiante, pois nenhum deles demonstrou exaustão.

Leia tudo sobre: Joachim LowMullerAlemanhafutebolCopa do MundogripeBahiaquartas de final