Filha de 6 anos e cunhada da motorista também estavam no coletivo

Filha e cunhada, que era cobradora da linha, ficaram feridas e foram socorridas ao Hospital Risoleta Neves

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

Motorista do ônibus morreu com a queda e deixa uma filha de 5 anos
Reprodução/ Facebook
Motorista do ônibus morreu com a queda e deixa uma filha de 5 anos

A motorista Hanna Cristina dos Santos, de 24 anos, que morreu após o ônibus da linha suplementar 70 (Conjunto Felicidade/ Shopping Del Rey) ser atingido por um viaduto da avenida Pedro I, na altura do bairro São João Batista, em Venda Nova, trabalhava no ramo há 1 ano no veículo que pertencia ao pai dela. A filha da mulher, de 6 anos, e a sua cunhada também estavam dentro do veículo e são duas das pessoas socorridas ao Hospital Risoleta Neves. 

Segundo as informações colhidas no local pela reportagem de O TEMPO, a estrutura teria atingido o peito da condutora. É o que conta a técnica de enfermagem Ana Paula Ferreira Lemos, de 42, que mora ao lado do acidente e foi uma das primeiras a ajudar os feridos. "Corri para ajudar. Acho que presenciei um dos últimos suspiros da motorista. O peso esmagou ela na altura do peito", disse a mulher. 

Logo após o acidente, vários passageiros começaram a descer do veículo aos prantos, alguns feridos. "Ajudei a tirar parte deles, mas a maioria saiu andando. O ônibus estava cheio, o melhor que consegui fazer foi acalmá-los e ligar para familiares", relatou. Conforme a testemunha, o viaduto caiu inteiro. "Ouvimos o estrondo e demorou alguns segundos para ele cair. Tinham vários operários em cima da estrutura e eles pularam quando viram que cairia", lembrou Ana Paula. 

Claudinila Frias, 41, também é dona de um ônibus suplementar da mesma linha e era amiga da vítima. "Ela era separada. A gente costumava sair juntas para se divertir. Ela estava dirigindo o ônibus do pai há cerca de 1 ano", contou, bastante abalada, a mulher. Ainda conforme a conhecida, a cunhada de Ana Paula também estava no veículo, trabalhando como cobradora no momento do acidente. "Ela também ficou ferida, foi levada para o hospital", relatou.

Facebook

Na página pessoal da motorista, várias pessoas já deixam mensagens lamentando a perda. Magninho Keyboard foi um dos que postaram na página de Hanna. "Não tô acreditando até agora! Só Deus pra nos dar conforto e pros familiares. Vai em paz Hanna Cristina! #luto  #amizadeparasempre", disse. 

"Pior noticia do dia triste demais # luto Hanna Cristina Descanse em Paz!", disse Thiago Martins. Dayanne Miranda também era conhecida da motorista. "Não era uma pessoa próxima, mas eu a conhecia Hanna Cristina, que Deus possa te dar muita luz, vá em paz. Que tenha muita força sua família. E sua pequena princesa. Já dá uma tristeza pesada ver essa tragédia e ainda mais chocante sabendo quem é a pessoa", lamentou.

"Além e estar triste com todo o acontecido agora a tarde aqui em BH, fico sabendo que a motorista que faleceu hoje no acidente era uma das primeiras fãs do Sem Limite. Gostava demais da gente e dava muita moral", disse o músico Theu Carvalho. 

Leia tudo sobre: acidenteviadutodesabapedro Imoveobras