Trânsito está caótico por conta da queda do viaduto; veja os desvios

Pelo menos duas pessoas morreram e outras 19 ficaram feridas após a queda da estrutura de concreto sobre a avenida Pedro I

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

undefined

Com a queda do viaduto da obra do Move, na tarde desta quinta-feira (3), a avenida Pedro I está completamente interditada nos dois sentidos. Consequentemente, o trânsito está caótico em toda a região e a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) pede que a população evite o local. Veja as opções de desvios. 

As opções repassadas pela empresa são pelas avenidas Cristiano Machado, Portugal e General Olímpio Mourão Filho, de onde saía o viaduto em obras. Ainda conforme a BHTrans, o tráfego para quem se desloca no sentido Venda Nova será feito pelos bairros próximos. 

Para quem seguia em direção à Venda Nova, uma das opções é passar pela avenida Portugal e em, seguida, pegar a avenida Doutor Cristiano Guimarães (onde fica a sede do 13º Batalhão da Polícia Militar) e seguir até a avenida Cristiano Machado e a avenida Waldomiro Lobo, conforme a BHTrans. Uma outra possibilidade é pelo viaduto da avenida João Samaha, passando pela rua 12 de outubro e chegando até a Vilarinho. 

Já para quem segue em sentido ao Centro da capital, deve-se sair da avenida Pedro I e pegar a Padre Pedro Pinto, próximo ao Hospital Risoleta Neves, pegando em seguida a avenida Cristiano Machado.

O acidente

O viaduto, que fica próximo ao parque Lagoa do Nado, desabou por volta das 15h10, atingindo um Fiat Uno, um ônibus da linha circular 70, e dois caminhões. Pelo menos duas pessoas morreram e outras 19 ficaram feridas no acidente. 

Por enquanto ainda não há o número total de feridos, somente no Hospital Risoleta Tolentino Neves, em Venda Nova, já há pelo menos 11 feridos, dentre eles uma criança e um funcionário da prefeitura que trabalhava em cima do viaduto no momento da queda. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, os feridos não correm risco de morrer e sofreram apenas ferimentos leves. Os pais da criança, que não teve a idade divulgada, ainda não foram encontrados e ela está sob cuidados de uma assistente social. O funcionário da prefeitura não teve o estado de saúde divulgado.

O hospital está com um esquema especial de atendimento para dias de grandes eventos ou grandes catástrofes. Enfermeiros estão na porta da unidade para fazer um atendimento mais rápido aos feridos. A previsão é que mais feridos cheguem ao hospital nas próximas horas.

Veja o vídeo da hora do acidente:

 

Leia tudo sobre: acidenteviadutoquedapedro Imoveolimpio mourao filho