Bombeiro é recebido por Messi e entrega desenho ao atacante

Alexandre Porto teve sucesso onde outros torcedores fracassaram

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

Amigos garantem que Lionel Messi não sente pressão antes das partidas
João Gdinho
Amigos garantem que Lionel Messi não sente pressão antes das partidas

Não faltaram histórias de torcedores que tentaram chegar próximo ao ídolo Lionel Messi nesta Copa do Mundo. Talvez, dois casos bem emblemáticos foram o do garoto que queria um aperto de mão do argentino antes da partida contra a Bósnia e do manobrista Denis André Oliveira, que tentou invadir a Cidade do Galo para pegar um autógrafo, mas foi barrado pela segurança.

Mas foi o cabo do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, Alexandre Porto, que conseguiu ver Lionel Messi de perto e ainda entregar um desenho feito por ele do jogador usando apenas lápis e borracha. Em troca do presente, o bombeiro teve um outro desenho autografado pelo craque argentino. Uma lembrança que ele disse que vai pendurar na parede da sala de sua casa e guardar para sempre.

“Foi sensacional. Não conversamos muito, mas o tempo em que estive com ele, o Messi foi bastante receptivo e disse que estava imprensionado com o desenho”, afirmou Alexandre Porto, 35, que trabalha no Batalhão do Corpo de Bombeiros de Betim. Essa não foi a primeira vez que ele entregou um desenho de um jogador na Cidade do Galo. No ano passado, ele presenteou o  meia Ronaldinho Gaúcho com um quadro.