Neymar quer ajudar Fred a voltar a viver boa fase

Camisa 10 do Brasil garante que se cobra para deixar o centroavante em boas condições com mais frequência

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Neymar teve boa atuação no seu primeiro jogo de Copa do Mundo
JEFFERSON BERNARDES - VIPCOMM
Neymar teve boa atuação no seu primeiro jogo de Copa do Mundo

Apesar de jogarem juntos no ataque da seleção brasileira, Neymar e Fred estão vivendo diferentes momentos dentro da Copa do Mundo. Enquanto o primeiro conseguiu jogar melhor e fazer gols, além de assistências, o segundo, que tem como maior objetivo balançar as redes adversárias, conseguiu fazer isso somente uma vez até aqui. A sintonia entre os dois pode fazer a diferença para que o Brasil vença a Colômbia, nesta sexta-feira, na Arena Castelão, em Fortaleza, pelas quartas de final da Copa do Mundo. O atacante do Fluminense vem recebendo críticas pelas más atuações e mostrou ter ‘sentido o baque’ quando recebeu o colete do time reserva de Felipão em um dos últimos treinos na Granja Comary. No entanto, ele deve receber nova chance entre os 11 titulares contra a Colômbia. 

Apesar disso, Fred conta com a ajuda do principal jogador da seleção para voltar a marcar. Em entrevista coletiva na última quarta-feira, Neymar garante seu trabalho também passa por deixar o companheiro em boas condições. “Eu me cobro para que isso aconteça com mais frequência, porque sei da sua qualidade e que ele vai corresponder”, indica Neymar. Ele ainda lembra que, mesmo sem fazer gols, Fred tem feito o que pode para ajudar o Brasil de outras formas. “Centroavante como ele vive de gols. Mas já que a bola não está entrando, ele tenta contribuir na marcação e movimentação”, mostra.

Apesar do time de Felipão cair de rendimento quando Neymar não mostrar estar em um bom dia, o camisa 10 não se diz sobrecarregado dentro de campo.  “Preciso dos companheiros para roubar a bola, me dar passes e fazermos os gols. O time não é de um cara só, que tem que decidir tudo. Um precisa ajudar o outro para que tudo dê certo”, reforça.