Equipes fazem clássico europeu no Maracanã

Líderes de seus grupos na fase classificatória, franceses e alemães chegam com campanhas favoritas para o jogo

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Após a classificação sofrida nas oitavas de final, França e Alemanha farão um clássico europeu nesta sexta-feira (4), no Maracanã, para decidir quem passa para as semifinais da Copa do Mundo. O duelo será às 13h e vai definir o rival do vencedor de Brasil x Colômbia.

As duas equipes chegam às quartas de final com campanha parecida: três vitórias e um empate cada uma. Líderes de seus grupos na fase classificatória, franceses e alemães também tiveram de superar duas seleções africanas na primeira rodada do mata-mata.

A classificação mais sofrida foi a da Alemanha, que venceu a Argélia com gols apenas na prorrogação (2 a 1). Já a França, apesar das dificuldades impostas pela Nigéria, conseguiu a vaga no tempo regulamentar. Os gols, entretanto, saíram apenas no final do segundo tempo (2 a 0).

Pressionado por conta do rendimento abaixo do esperado contra a Argélia, o técnico alemão Joachim Löw já admite mudar seu esquema tático controverso, com quatro zagueiros na linha de defesa. A expectativa é que Lahm volte a atuar na lateral direita.

"Sempre haverá críticas quando o seu desempenho não for 100%, mas o que importa é que avançamos. Creio também que os fãs preferem que a gente vença mesmo sem jogar tão bem do que jogar bonito, mas sair do torneio", afirmou Schürrle.

Além das críticas ao esquema tático, a equipe alemã também sofre com um surto de gripe. Segundo o jornal "Bild", sete estão com sintomas de resfriado e dor de garganta.

Para a partida, Löw contará com os retornos do zagueiro Hummels, que estava gripado, e do atacante Podolski, recuperado de uma lesão na coxa. Já o zagueiro Mustafi sofreu uma lesão muscular na partida contra a Argélia e está fora do Mundial.

Já a França, que veio para a Copa sob desconfiança devido à ausência de seu principal jogador, o atacante Franck Ribéry, cresceu na competição. Além de superar a falta do astro com um jogo coletivo, as boas atuações de Benzema trouxeram esperanças à seleção. "Vamos dar tudo o que temos. Estou muito orgulhoso, e os jogadores merecem isso. É um grande prazer para mim e meu staff estar envolvido diariamente com eles e comandá-los. Mas não vamos lá [ao Maracanã] como turistas", avisou o técnico Didier Deschamps.

Para o duelo com os alemães, o comandante francês terá a volta do zagueiro Sakho, recuperado de lesão. Deschamps também poderá contar com a presença do zagueiro Varane. Internado com desidratação após o jogo contra os africanos, ele treinou normalmente durante a semana e não preocupa.

FRANÇA

Lloris; Debuchy, Varane, Sakho e Evra; Matuidi, Pogba, Cabaye, Valbuena e Giroud (Sissoko); Benzema. T.: Didier Deschamps

ALEMANHA Neuer; Boateng (Khedira), Mertesacker, Hummels e Höwedes; Lahm e Schweinsteiger; Özil, Kroos e Götze; Thomas Müller. T.: Joachim Löw Estádio: Maracanã, no Rio Horário: 13h Árbitro: Nestor Pitana (Argentina)

Leia tudo sobre: alemanhafrançamaracanãclássicoeuropagols