Elizabeth II faz conto de fadas virar realidade para menina

Garotinha escreve carta para rainha da Inglaterra e, três meses depois, recebe resposta

iG Minas Gerais | Litza Mattos |

A cartinha escrita por Laura ficou uns 15 dias na mesa da mãe até que ela decidisse enviá-la para o palácio de Elizabeth II. Uma tia da garota fez a tradução para o inglês.
Arquivo pessoal
A cartinha escrita por Laura ficou uns 15 dias na mesa da mãe até que ela decidisse enviá-la para o palácio de Elizabeth II. Uma tia da garota fez a tradução para o inglês.

Na era das mensagens instantâneas, muitas pessoas já perderam o hábito de escrever cartas, mas foi exatamente assim que Laura Miranda, 8, conseguiu se corresponder com a rainha Elizabeth II, da Inglaterra. A mãe da menina, Bernadete Miranda, que mora em São João da Boa Vista, São Paulo, conta que o interesse surgiu após a filha assistir a uma reportagem sobre o país e perguntar se existia uma rainha de verdade.

“Eu falei que existia, mas que elas eram diferentes daquelas dos contos de fada. Passou um tempo, até que um dia ela me disse que estava escrevendo uma carta para a rainha. Ao terminar, ela me mostrou o texto e três desenhos com sugestões de roupas”, lembra.

Bernadete diz que a iniciativa partiu exclusivamente da filha, que quer ser estilista, e que a sua única contribuição foi pedir uma tia para fazer a tradução do texto e providenciar o envio. “A carta ficou uns 15 dias em cima da mesa, até que um dia eu coloquei no correio. Sinceramente não esperava que tivéssemos retorno, pois fico imaginando quantas correspondências devem chegar ao castelo. Mas fiz a minha parte, porque, sendo um pedido de filha, eu tinha que atender”, afirma.

Três meses depois chegou a resposta em um envelope, escrito em inglês: “Para a ‘senhorita Laura’”. Era uma carta de papel timbrado com o logotipo do Palácio Real. Na resposta, a rainha agradece a correspondência “e os lindos desenhos de moda”.

“Fiquei muito alegre porque não imaginava receber uma carta de outro país”, comemorou Laura. A mãe acredita que a curiosidade e a ingenuidade da filha fizeram com que a garota conseguisse uma resposta da rainha.

“Achei um barato essa ingenuidade de criança, que não sabe a distância física e social que nos separa da rainha da Inglaterra. E então, ela escreveu uma carta, assim como escreve para os amigos, um hábito que ela tem desde pequena”, diz a mãe.

Leia entrevista com Laura Miranda

Você achou que teria resposta? Até antes da carta chegar eu estava pensando que não ia chegar mesmo, mas aí nesse exato momento meu irmão veio com o envelope na mão.

O que você mais gostou? Uma das coisas que mais gostei foi da assinatura. Não é todo dia que a gente recebe a assinatura da governante de outro país.

Você também gosta de outras rainhas? Antes eu não conhecia nenhuma, mas minha mãe me mostrou a rainha da Inglaterra e agora também descobri que tem a rainha da Suécia.

Por que você ama a realeza e a moda? Porque acho duas coisas muito legais. A moda porque meu maior sonho é ser estilista e você tem que simplesmente desenhar suas ideias. E a realeza porque sempre achei muito legal.

Você pretende escrever para outras rainhas? Eu estava pensando e minha mãe até incentivou, mas ainda estou na dúvida.

Leia tudo sobre: inglaterrarainhasonhoconquistashistórias