Governador autoriza licitação para Hospital Regional do Norte de Minas

Previsão é que as obras sejam iniciadas ainda este ano, e que a unidade, com 234 leitos, comece a receber pacientes no final de 2016

iG Minas Gerais | Da Redação |

O governador Alberto Pinto Coelho autorizou, nesta quarta-feira (2), em Montes Claros, Norte de Minas, a licitação para as obras de implantação do Hospital Regional do Norte de Minas. Em solenidade no Portal de Eventos, Alberto determina a descentralização de R$ 135 milhões da Secretaria de Estado de Saúde para o Departamento Estadual de Obras Públicas (Deop), para a realização da obra.

A proposta do hospital é responder à demanda da região, funcionando como retaguarda para outros pontos de atenção às urgências de menor complexidade, garantir retaguarda de média e alta complexidade, procedimentos diagnósticos, leitos cirúrgicos e de terapia intensiva, além de garantir atenção hospitalar nas linhas de cuidado de traumato – ortopedia e neurologia / neurocirurgia.

A ser construído numa área de 60 mil metros quadrados, o Hospital Regional de Montes Claros terá inicialmente 234 leitos. A previsão é de que as obras sejam iniciadas ainda este ano e o hospital comece a receber pacientes no final de 2016. “É uma conquista importante para Montes Claros e região. É uma ação de muitas mãos, um sonho acalentado há muito tempo e que, agora, se torna realidade, uma obra para o cidadão, fim único da ação do Estado”, afirmou Alberto.

O governador assinou ainda despacho governamental autorizando a Secretaria de Saúde fazer convênio no valor de R$ 980 mil para aquisição de tomógrafo para o Hospital Universitário Clemente de Faria, da Unimontes. O aparelho vai agilizar e ampliar a capacidade de atendimento, passando de uma média de 60 exames por mês para 100.

Barragens

O governador autoriza ainda o início de estudos de viabilidade técnica para a implantação de 13 barragens na região Norte de Minas, e, posterior elaboração de projeto executivo para duas.

Os estudos serão desenvolvidos pela SPEC Planejamento, Engenharia e Consultoria Ltda, vencedora da licitação. Serão contemplados os municípios de Montes Claros (barragens de Água Limpa, Suçuapara, Tabúa, Verde Grande, Pedra, Canabrava II e Barreiro de Dentro), Rio Pardo de Minas (Serra Nova), São João da Ponte (Tamboril), Espinosa (Impossível), Patis (Ouro), Lontra (Lages), Francisco Sá (Onça). O prazo para que os estudos sejam concluídos é de um ano. Serão investidos recursos da ordem de R$ 3,94 milhões.