Sacrifício mostra amor de 'Neymarzetes' pelo ídolo na porta de hotel

Fanáticas pelo jovem craque levaram presente especial para o jogador e só sairão do local depois que entregá-lo

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Neymarzetes esperam ter a chance de ver o ídolo mais de perto desta vez
WEBREPÓRTER/ DANIEL OTTONI
Neymarzetes esperam ter a chance de ver o ídolo mais de perto desta vez

Fortaleza (CE). A esperança de ver o ídolo de perto é sentida no tom da voz, na sobrancelha pintada de azul e amarelo e também na disposição mostrada. Quatro integrantes de um fã clube de Neymar, composto por 12 elementos, estão, nesta quarta-feira, na porta do hotel da seleção brasileira em Fortaleza para ver o jogador.

Com elas, muito amor pelo craque do time de Felipão, além de um presente especial: um sapo de pelúcia, que serve apenas de amostra do carinho e de tudo mais que elas sentem pelo jogador do Barcelona.

Mesmo com a pequena chance de ver o amado da forma como desejam – e tocá-lo, pedir para tirar uma foto ou o que mais for possível -, elas não desistem e garantem que não arredarão pé do local. “O ônibus sempre passa longe e, em algumas vezes, a gente nem chega a ver os jogadores passando. Mesmo assim, vamos permanecer aqui até o último momento que for possível. Só saio daqui quando me mandarem embora”, avisa Erica Silva, de 33 anos.

Erica é a mais velha do grupo, que conta com parentes e amigas de outra faixa etária, em torno dos 15 anos.

As apaixonadas pelo astro da bola mantêm um grupo no Facebook com o nome de "Viciadas em Neymar", onde postam fotos, vídeos e tudo mais o que tiver ligação com o ídolo. “A vez que a gente o viu mais de perto foi ano passado, na Copa das Confederações, durante um treino no estádio PV. Tiramos uma foto dele, e foi o que de melhor conseguimos até então”, lembram, garantindo que o coração bateu forte.

A intenção delas é que o "recorde" seja batido e que, à véspera do jogo contra a Colômbia, possam receber um gesto ou sorriso do camisa 10 da seleção.

Leia tudo sobre: copa do mundoseleção brasileiraBrasilfasneymarzetesneymar