Delegados fazem paralisação de 12 horas em todo o estado nesta quarta

Movimento interrompe serviços que não sejam essenciais até às 20h e promove ato em Juiz de Fora; categoria reivindica antecipação do reajuste, previsto para 2015

iG Minas Gerais | BERNARDO ALMEIDA |

Com faixas e cartazes, categoria protesta em frente à ALMG
Sindepominas/Divulgação
Com faixas e cartazes, categoria protesta em frente à ALMG

Delegados da Polícia Civil de Minas Gerais estão de braços cruzados nesta quarta-feira (2). Eles fazem uma paralisação desde às 8h, prevista para terminar às 20h.

De acordo com o Sindicato dos Delegados de Polícia dos Estado de Minas Gerais (Sindepominas), o gesto é uma forma de chamar a atenção do governo estadual para a reivindicação, no caso a antecipação de reajuste salarial da categoria.

Eles reclamam que o reajuste foi concedido para defensores públicos a partir de julho, critério que não foi igualmente observado para os delegados, que só devem ter aumento a partir de 2015.

O sindicato diz que se reuniu com a secretária de Estado de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena, mas que não obteve retorno do governo para as demandas solicitadas.

Segundo o Sindepominas, a paralisação ocorre em todo o estado, e somente casos de extrema importância serão atendidos. Muitos dos 1.260 delegados que trabalham em Minas, e comparecerem ao trabalho, ficarão de braços cruzados, de acordo com o sindicato.

Uma assembleia geral está marcada para às 15h30, na praça Halfeld, em Juiz de Fora, município da Zona da Mata mineira.

Esta é a segunda paralisação dos delegados em duas semanas. Eles já haviam realizado outra paralisação de 12 horas no dia 24 de junho, quando se reuniram à tarde, em frente à Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave