Pesquisa mostra BH como a capital 'menos animada' pela Copa

Estudo mostra que apenas 44% dos moradores da capital estão motivados com a competição - o menor índice levando em conta o Brasil inteiro

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Fan fest será realizada no Expominas durante os dias de jogos da Copa do Mundo
Daniel Protzner
Fan fest será realizada no Expominas durante os dias de jogos da Copa do Mundo

O Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) foram a campo para avaliar o grau de engajamento do brasileiro durante a realização da Copa do Mundo no Brasil.

E, apesar da lotação máxima do Mineirão nas quatro partidas que foram disputadas, os cidadãos belo-horizontinos aparecem em último lugar quando se trata de animação com a Copa.

O estudo mostra que apenas 44% dos moradores da capital estão motivados com a competição - o menor índice levando em conta o Brasil inteiro. Recife (61%) e Manaus (59%) são os mais participativos, enquanto Porto Alegre (46%) aparece quase empatada com BH.

Além disso, quando estimulados a avaliar a Copa do Mundo de zero a 10, metade da amostra atribuiu nota igual ou superior a sete para o mundial, com destaque para os residentes de Manaus (70%) e Natal (71%). Os menos entusiasmados são os moradores de Belo Horizonte e Curitiba, com 29% e 26%, respectivamente, atribuindo nota que varia entre um e quatro para a competição.

Outra revelação feita pelos dados é de que 41% dos brasileiros são favoráveis à realização da Copa do Mundo no Brasil, sobretudo, os moradores de Manaus (56%) e Natal (55%). 

Outros 19% são indiferentes e 38% contrários a sua organização. Os que menos apoiam a realização da Copa são os portoalegrenses (46%), belorizontinos (44%), curitibanos (44%) e paulistanos (43%).

Gastos

De acordo com a pesquisa realizada com 2.558 consumidores nas 12 cidades-sede, 72% dos entrevistados têm a intenção de assumir gastos extras durante a Copa do Mundo, principalmente com alimentação e bebidas, a fim de acompanhar os jogos na companhia de amigos e familiares. Segundo estimativa do SPC Brasil, esse percentual representa pouco mais de 14 milhões de pessoas se consideradas apenas as 12 capitais que recebem partidas do mundial.

Sinônimo de confraternização

De acordo com o estudo, 83% dos entrevistados disseram que assistiram ou assistiriam à pelo menos uma partida do mundial, sendo que 59% pretendiam ver não apenas os jogos do Brasil, como também os de outras seleções.

Para a maioria dos brasileiros, assistir aos jogos da Copa do Mundo significa estar na companhia de amigos e familiares, tanto que seis em cada dez consumidores ouvidos (58%) revelaram a intenção de assistir a alguma partida em casa reunidos com outras pessoas. Quase um quarto dos entrevistados (23%) disseram preferir ver as partidas em bares, restaurantes ou ambientes similares e 9% nos próprios estádios.

Dentre os entrevistados que adquiriram entradas para assistir as partidas direto da arquibancada, 23% o fariam longe de seus locais de origem, sendo as cidades de Fortaleza (40%), Rio de Janeiro (39%), Belo Horizonte (27%) e São Paulo (24%) como os principais destinos. Não por acaso, cidades escaladas para receber jogos da seleção brasileira, além da partida final.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave