Jornalista argentina que cobria a Copa morre após carro capotar na BR-381

Mulher estava com mais dois colegas no carro, que seguia para Belo Horizonte depois de jogo da seleção argentina no Itaquerão

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Parte da frente do veículo ficou destruída
MARCELO PRAXEDES/RÁDIO SOCIEDADE/DIVULGAÇÃO
Parte da frente do veículo ficou destruída

Uma jornalista argentina morreu, na madrugada desta quarta-feira (2), em um acidente na BR-381, na altura de Oliveira, na região Centro-Oeste do Estado. O carro em que a profissional estava capotou e caiu em uma ribanceira. Ela seguia para Belo Horizonte após cobrir o jogo da seleção argentina contra a Suíça, em São Paulo, pela Copa do Mundo.

De acordo com as primeiras informações da Polícia Rodoviária Federal, o acidente aconteceu na altura do KM 619,5 por volta de 1h. Maria Soledad Fernandes e mais dois colegas de trabalho estavam em um Fiat Doblô.

Fernando Javier Bruno, 41, e Juan Daniel, de 43, foram socorridos e levados para o Pronto Atendimento Municipal (PAM) de Oliveira e, em seguida, para o Hospital Municipal de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. Eles não correm risco de morte.

As causas do acidente ainda não foram esclarecidas. No entanto, a polícia conseguiu localizar um Golf em um posto de combustíveis com a parte da frente amassada. O motorista afirmou que tinha colidido contra uma caminhão. Ele foi encaminhado à delegacia da cidade para prestar esclarecimentos.

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, o delegado que vai ouvir o homem, Douglas Camarano de Castro, está a caminho da delegacia.

A consulado da Argentina em Belo Horizonte está ciente do caso e o cônsul Mariano Guida segue para Oliveira.

Atualizada às 10h40.

Leia tudo sobre: acidenteargentinaMaria Soledad Fernandes