Técnico afirma que Argentina deveria ter vencido nos 90 minutos

Alejandro Sabella elogiou sua equipe e disse que hermanos tinham tudo para definir o jogo sem prorrogação

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

A despeito da dificuldade para vencer a Suíça por 1 a 0 nesta terça-feira (1), na prorrogação, o técnico Alejandro Sabella afirmou que sua equipe fez por merecer a classificação às quartas de final no tempo normal.

Mas reconheceu que, como jogador e técnico, a partida contra a Suíça foi uma das mais tensas de sua vida.

"Foi muito estressante. Claro que houve muitos jogos estressantes ao longo de minha carreira, mas o Mundial, pela Argentina, leva tudo a um nível muito diferente", diz.

"Nós merecíamos ter ganho nos 90 minutos. O jogo foi equilibrado no começo, com chances de gol claras. Mas, no segundo, fomos muito superiores, tivemos cinco ou seis lances de gols", diz.

"Ganhar é o mais importante, mas não se ganha sem merecimento. Tivemos uma distração no primeiro tempo", disse.

"Eu parabenizo a todos os jogadores porque mantiveram a calma. E, depois do gol, quase Di Maria fez o segundo, quando o goleiro deles estava no ataque", disse.

O técnico fez grandes elogios ao seu grupo, em especial a Rojo e Romero.

"Normalmente sou crítico e autocrítico, mas gosto de fazer esses comentários dentro do grupo, mas, hoje, não tenho o que dizer", disse.

O técnico confirmou que Basanta deve ser o substituto do lateral esquerdo Rojo, que levou o segundo cartão amarelo nesta terça (1º) e não vai jogar nas quartas de final, contra Bélgica ou Estados Unidos.

"Temos um plantel bem equilibrado e confiamos em Basanta para a próxima partida", diz. Indagado se já sonha com uma final contra o Brasil, o técnico foi protocolar. "Sonho apenas com o próximo jogo", disse.

Por fim, um jornalista fez uma pergunta indiscreta a Sabella. "Alejandro, tivemos hoje C... de campeão?" -na Argentina, tal palavra é usada para descrever sorte.

"Essa, eu prefiro não responder", disse, entre risos.

Leia tudo sobre: ArgentinaCopa do MundoMundialSuíça