Confiantes, colombianos se dizem 'prontos' para enfrentar o Brasil

Colômbia venceu as quatro partidas que disputou na Copa do Mundo e quer fazer história diante da seleção brasileira

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Sergei Grits / AP Photo
undefined

A dois dias do duelo decisivo pelas quartas de final da Copa, na próxima sexta-feira (4), os jogadores da Colômbia estão confiantes de que podem surpreender o Brasil em Fortaleza.

Líder do Grupo C com 100% de aproveitamento, a equipe colombiana despachou o Uruguai nas oitavas de final, no Maracanã, com dois gols de James Rodríguez.

"Esta seleção cresceu muito não só na parte esportiva, mas também na parte mental. Estamos muito concentrados. Sabemos que enfrentamos um rival difícil, mas confiamos no nosso trabalho.

A Colômbia está preparada para enfrentar esse compromisso", disse o zagueiro Carlos Valdés nesta terça-feira (1º), em entrevista coletiva no centro de treinamento em Cotia.

Os colombianos admitem que "o sonho está virando realidade" nesse Mundial, entretanto, preferem adotar um discurso "pé no chão" sobre as chances da equipe na Copa.

"Estamos priorizando o passo a passo, o jogo a jogo. Esperamos avançar na sexta, para que possamos pensar no próximo", resumiu Camilo Vargas, terceiro goleiro do time comandado por José Pékerman.

Nunca a Colômbia chegou tão longe em uma Copa do Mundo. Até 2014, a melhor campanha havia sido no Mundial de 1990, na Itália, quando o país foi eliminado por Camarões nas oitavas de final.

No torneio deste ano, os colombianos venceram os quatro jogos que fizeram, têm o segundo melhor ataque do torneio (11 gols) e o artilheiro, James Rodríguez, com cinco gols. A defesa sofreu apenas dois gols em quatro partidas.

Para Valdés, a evolução do futebol colombiano se deve ao fato de a maior parte dos atletas da seleção aturem em equipes de ponta do futebol internacional. "Acredito que essa geração traz uma experiência a mais. Quase todos estão em grandes times internacionais. Este é um grupo no qual todos têm o desejo e o sonho de triunfar."