A voz Celeste

iG Minas Gerais |

O maior de Minas joga na quinta-feira contra os Tigres do México. Enquanto isso, Marcelo Oliveira continua fazendo a intertemporada nos Estados Unidos tentando arrumar a melhor formação para o time. Em 2013, deu certo, espero que agora a história se repita. Com a Copa do Mundo rolando, fica difícil não falar em seleção brasileira. Depois do drama da classificação contra o Chile, espero que os nossos jogadores abram os olhos e que tenhamos um jogo mais fácil contra a Colômbia. Mas os cruzeirenses estão acostumados à decisão e sabem como é árduo o caminho até chegar ao título. Somos carentes de treinadores, quando se tem um time um pouco melhor do outro lado, os técnicos conseguem superar taticamente a nossa seleção. Felipão é bom incentivador, agregador, motivador, chega a ser um psicólogo. Mas como treinador deixa a desejar.  Avacoelhada  

Denis e Wellington Paulo formaram dupla de destaque no Coelhão, mas só participaram da equipe principal depois de vários empréstimos. O processo de desenvolvimento aconteceu com a sequência de jogos nos outros clubes. Ricardo, um dos melhores zagueiros da história americana, esteve na lista dos dispensados, mas foi retirado por Othon Valentin, especialista em trabalhar com jogadores em formação. William (ex-Grêmio e Corinthians), Juan Jesus (Inter de Milão), Michel Bastos (Roma) e David Luiz passaram pela base americana, porém não foram aproveitados. Anderson e Lula, campeões brasileiros sub-20, também foram mal trabalhados no profissional. Sem a criação do estágio de aprimoramento dos sub-23, o América vai perder revelações e aumentar as despesas com o custo das contratações de baixa qualidade, que não dão retorno financeiro. A voz da Massa Saudações alvinegras! O Galão encerrou a inter temporada na China com 100% de aproveitamento. Venceu todos os três amistosos que disputou lá e com ótimo saldo de gols: uma média de quatro por partida. Mas não foi só pelas vitórias que esse período em terras chinesas foi proveitoso. Houve outros pontos positivos, como a volta do craque R10, que jogou as três partidas com boa participação, e também o retorno do lateral Marcos Rocha, que fez muita falta no período em que esteve fora do time. Teve também a boa estreia de Maicosuel, que fez um gol no último jogo, e as ótimas atuações de Tardelli, confirmando o seu bom momento. Enfim, a parada da Copa teve o efeito que desejávamos, isto é, deu tempo para recuperar o gás do time. Agora o foco tem que ser total na decisão da Recopa Sul-Americana, porque a Massa quer muito esse título. Dá-lhe, Galo!

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave